Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

BES diz não ter condições para apresentar contas do primeiro semestre

  • 333

O Banco Espírito Santo, SA (BES) informou que não tem condições para apresentar as contas do primeiro semestre deste ano dentro do prazo legal porque ainda está em elaboração a informação financeira relativa ao final de 2014

"Não estão reunidas as condições necessárias para que as demonstrações financeiras condensadas e o relatório de gestão intercalar, referentes ao primeiro semestre de 2015, possam ser divulgados ao mercado dentro do prazo referido no artigo 246.º, n.º 1, do Código dos Valores Mobiliários", assume o BES num comunicado enviado à CMVM.

Segundo o BES, que salienta a necessidade de conformar as contas com a medida de resolução do BES, "encontra-se em curso a elaboração da informação financeira respeitante ao final do exercício de 2014, da qual depende a preparação da informação financeira semestral relativa ao ano de 2015".

"Estão a ser desenvolvidos todos os esforços pela administração, comissão de fiscalização e auditores do BES para assegurar a divulgação dos documentos de prestação de contas relativos ao exercício de 2014 e, posteriormente, da informação financeira relativa ao primeiro semestre de 2015, ainda que nesta data ainda não seja possível antecipar com um grau de segurança fiável a data em que essa divulgação poderá ser feita", diz o comunicado do banco.

O BES, tal como era conhecido, acabou a 3 de agosto de 2014, quatro dias depois de apresentar um prejuízo semestral histórico de 3,6 mil milhões de euros. O BdP, através de uma medida de resolução, tomou conta da instituição fundada pela família Espírito Santo e anunciou a sua separação, ficando os ativos e passivos de qualidade num "banco bom", denominado Novo Banco, e os passivos e ativos tóxicos no BES, o "banco mau" ("bad bank"), que ficou sem licença bancária.