Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

CMVM: Novo Banco tem de informar por escrito clientes com ações preferenciais

  • 333

Os clientes tinham dúvidas sobre as soluções que têm sido apresentadas pelo Novo Banco. Agora o banco tem de entregar aos emigrantes que subscreveram produtos com ações preferenciais, comercializadas pelo BES, um documento com detalhes da proposta de solução apresentada.

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) pediu ao Novo Banco que entregue aos clientes que subscreveram produtos com ações preferenciais, comercializados pelo BES, um documento com detalhes sobre a solução proposta.

A decisão do supervisor surgiu na sequência de dúvidas suscitadas por clientes do Novo Banco. Ao todo são €720 milhões de clientes emigrantes que investiram em ações preferenciais, através dos produtos Poupança Plus, Top Renda e EuroAforro.

"A CMVM solicitou ao Novo Banco a elaboração e entrega aos clientes de um documento informativo simplificado onde sejam apresentadas de forma clara, completa e inequívoca as condições e características da proposta de solução, bem como das suas alternativas", diz o regulador em comunicado.

"Mais informa que a CMVM entende que os clientes terão de dispor de um prazo razoável, após essa entrega (que se espera para breve), para formular uma decisão quanto à proposta apresentada ou, eventualmente, reformular qualquer decisão já tomada", diz ainda.