Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Homem mais rico da China e dono de 20% do Atlético de Madrid fica sem €3 mil milhões em 24 horas

  • 333

Jianlin, 60 anos, é o presidente do gigante imobiliário e de entretenimento Dalian Wanda Group

GREG BAKER/ GETTY IMAGES

Wang Jianlin, empresário do sector imobiliário e do entretenimento, foi uma das vítimas da “segunda-feira negra” na bolsa de Xangai

Num só dia, Wang Jianlin, o homem mais rico da China, perdeu quase 3,2 mil milhões de euros, quase 10% da sua fortuna. O empresário foi uma das vítimas da segunda-feira negra que marcou o arranque da semana na bolsa de Xangai.

Jianlin, 60 anos, é o presidente do gigante imobiliário e de entretenimento Dalian Wanda Group, mas é conhecido também pelo volume de investimentos em Espanha. Este ano adquiriu 20% das ações do Atlético de Madrid, além de ter comprado um emblemático arranha-céus no centro da mesma cidade, com projetos para o converter em hotel e centro comercial, só para nomear alguns dos seus planos no país vizinho.

Com a mesma tenacidade que o fez progredir de guarda de fronteira a comandante de regimento no Exército Popular de Libertação, onde se manteve 16 anos, Wang Jianlin tem construído um império com ramificações a diversas áreas no mundo.

Entre hotéis de luxo, cinemas e centros de karaoke, o empresário tem alargado as suas propriedades a bom ritmo. Em 2012, a sua empresa tornou-se a maior proprietária de teatro no mundo, ao adquirir a AMC Theaters.

Mas parece ter especial afeição pelo cinema, tendo estado ao lado de algumas estrelas famosas, como DiCaprio ou Travolta, para lançar uma espécie de mini-Hollywood em Qingdao.

Como “patrão”, dizem manter uma “disciplina de ferro”, impondo multas aos funcionários, nomeadamente se não se vestem conforme define o conservador regulamento interno que impõe.