Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Venda da TAP será decidida pela Autoridade da Concorrência

  • 333

Luís Barra

Bruxelas declara-se “incompetente para julgar o caso”, por considerar que a operação de privatização da compahia não tem dimensão europeia, e já terá notificado o AdC

A venda da TAP vai ser decidida pela Autoridade da Concorrência (AdC) e não pela Comissão Europeia, como se previa, avança o “Diário Económico” na sua edição desta segunda-feira, citando uma fonte próxima do processo.

Tal resulta do facto de Bruxelas se ter declarado “incompetente para julgar o caso”, por considerar que a operação de privatização não tem dimensão europeia.

Essa avaliação tem em conta o volume de negócios total realizado pelas empresas envolvidas, explica o jornal, recordando que no caso da TAP foi registada uma faturação de 2698 milhões de euros em 2014, não se conhecendo os volumes de negócios da empresa de David Neeleman (DGN) nem da de Humberto Pedrosa (HPGB), do consórcio comprador.

A AdC terá sido já notificada pela Comissão Europeia, na passada quinta-feira, ainda que aguarde a comunicação oficial, altura para que remete um comentário ao assunto.

  • Venda da TAP questionada na Comissão Europeia

    Ana Gomes pediu esta sexta-feira esclarecimentos em Bruxelas sobre o processo de privatização da TAP “por possível violação de regras comunitárias”. E Efromovich, que foi preterido pelo Governo na venda, também vai entregar uma exposição em que levanta dúvidas sobre a legalidade da entrega da companhia a Humberto Pedrosa e David Neeleman