Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Fundo cotado em Singapura é o novo dono de um dos edifício do centro comercial Colombo

  • 333

Foto Divulgação

A Torre Ocidente, um dos edifícios de escritórios que fazem parte do complexo onde funciona o centro comercial Colombo, em Lisboa, teve dez candidatos a serem os novos donos. Foi vendido por 76 milhões de euros

Marisa Antunes

Jornalista

Um fundo de investimento imobiliário cotado em Singapura comprou a Torre Ocidente, um dos dois edifícios de escritórios que fazem parte do complexo das Torres Colombo. O consórcio vendedor é formado pela Sonae Sierra, Caixa Geral de Depósitos, Iberdrola e CBRE Global Investors.

A identidade do fundo e o valor da transação foram mantidos em segredo mas o Expresso soube, junto de fontes do mercado, que o negócio ficou fechado por €76 milhões.

Com 29 mil metros quadrados distribuídos por 14 pisos, a Torre Ocidente está neste momento totalmente ocupada com dez empresas, muitas delas multinacionais. A torre tem ainda seis lojas no piso térreo.

O anúncio oficial da venda foi feito esta semana pela Cushman & Wakefield (CW), consultora que representou o consórcio vendedor e esteve envolvida na comercialização das duas torres, Oriente e Ocidente, desde o início do projeto, tendo colocado grande parte dos atuais inquilinos.

Apesar de só agora ter sido divulgada a operação, o negócio ficou fechado a 31 de julho, um processo de negociação concluído em tempo recorde, como adianta Luís Rocha Antunes, diretor de investimento da Cushman & Wakefield.

“O processo começou com o lançamento, em março, da comercialização no Mipim, o maior evento do sector a nível mundial. Esta oportunidade atraiu bastante atenção por parte dos investidores. Cerca de 20 procederam a uma análise mais detalhada, e cerca de 10 apresentaram propostas credíveis”. O fundo cotado em Singapura acabaria por sair vencedor, estreando-se em Portugal com este investimento.

Recorde-se que os escritórios desta Torre Ocidente ficaram totalmente preenchidos com a entrada do grupo BNP Paribas em janeiro deste ano, que veio ocupar um total de 11.100 metros quadrados, distribuídos por cinco pisos e meio e uma loja.

O projeto das Torres Colombo, que compreende dois edifícios de escritórios com 14 pisos e uma área bruta total de 29.000 m2 cada, ficou concluído com a construção da Torre Ocidente em 2011.

Os escritórios deste edifício ficaram totalmente ocupados no final do ano passado, tendo entre os seus inquilinos empresas como o BNP Paribas, Sonae Sierra, Lilly Portugal, ManpowerGroup Solutions, WS Atkins, Leo Pharma, Viacom e Arvato.