Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Crédito às famílias com subida recorde em junho

  • 333

Tiago Miranda

O volume de novos empréstimos, quando comparado com o mesmo período do ano passado, revela uma subida superior a 35%, mostram os dados do Banco de Portugal. Crédito à habitação arrecada a maior fatia

Desde novembro de 2004 que não se registava um crescimento assim. Em junho, o volume de novos empréstimos subiu 35,39% face ao mesmo período do ano passado, revelam os dados do Banco de Portugal, com o crédito à habitação a liderar os pedidos das famílias.

No total, e entre os vários tipos de crédito, a banca concedeu em junho 811 milhões de euros. Desses, 377 milhões de euros foram encaminhados para a compra de habitação, o que traduz um aumento de 27% face a maio e um crescimento de 88,50% se se tiverem em conta os dados de junho de 2014.

Só este ano, conclui o Banco de Portugal, o volume de empréstimos para as famílias já cresceu 148,11%. Uma evolução que se assinala, ao mesmo tempo que mais de 656 mil famílias falham o pagamento das prestações do crédito à habitação. O número faz a manchete desta quarta-feira do “Correio da Manhã”, que cita também os dados do Banco de Portugal.

Finalmente, somando ao crédito às famílias os empréstimos destinados às empresas, o montante total concedido pelos bancos em junho ascendeu a 3920 milhões de euros.