Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Justiça britânica vai decidir disputa entre o Novo Banco e a Goldman Sachs

  • 333

FOTO NUNO BOTELHO

Decisão é contrária à pretensão do banco português. Em causa está um empréstimo ao BES

Os tribunais britânicos decidiram que a disputa entre o Novo Banco e o Goldman Sachs devido a um empréstimo de quase 760 milhões de euros ao BES deve ser decidida no Reino Unido, noticia a agência Bloomberg.

A decisão anunciada esta sexta-feira contraria as pretensões do Novo Banco, que queria que o caso fosse julgado em Portugal, alegando que os tribunais portugueses são os mais competentes sobre o assunto. O empréstimo feito pelo Goldman Sachs ao Banco Espírito Santo (BES) através da Oak Finance foi uma operação realizada dois meses antes do colapso do banco português.

Segundo a Bloomberg, o Goldman Sachs quer garantir que a dívida é paga pelo Novo Banco, apesar de o Banco de Portugal ter decidido transferir a dívida para o BES, onde a probabilidade de reembolso é altamente remota.

A ação em Londres foi colocada por um grupo de investidores internacionais que “comprou” dívida do BES em junho de 2014 através da sociedade veículo do Goldman Sachs, a Oak Finance, sendo que um dos investidores é o fundo de pensões da Nova Zelândia.

O processo foi aberto no Reino Unido em fevereiro deste ano, já que, segundo os advogados do Goldman Sachs, o empréstimo da Oak Finance ao BES está na órbita da lei inglesa e na jurisdição dos tribunais ingleses.