Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsa grega a negociar em positivo três dias após reabertura

  • 333

Na quarta-feira, a bolsa de Atenas encerrou a perder 2,53%,

ALEXANDROS VLACHOS/EPA

A paragem de cinco semanas da bolsa de Atenas provocou a maior queda da história do mercado de ações

A bolsa de Atenas está a negociar em positivo de 0,86%, minutos após a abertura, reagindo a uma paragem de cinco semanas que provocou a maior queda da história do mercado de ações.

O índice Athex da praça financeira ateniense marcava 648,75 pontos, pelas 8h56 em Lisboa, mais duas em Atenas, com os analistas a analisarem cautelosamente os bancos gregos, que têm sofrido perdas nos últimos dois dias de negociação.

Na quarta-feira, a bolsa de Atenas encerrou a perder 2,53%, penalizada pela queda dos bancos pelo terceiro dia consecutivo.

O índice geral Athex, no vermelho desde segunda-feira, encerrou em 643,22 pontos, uma descida de 2,53%, com os bancos a registarem minutos antes do encerramento da bolsa perdas de 24,5%. Nas duas sessões anteriores, o setor bancário perdeu perto de 30%.

A bolsa de Atenas reabriu na segunda-feira após ter estado encerrada durante cinco semanas, na sequência da instauração na Grécia do controlo de capitais, a 29 de junho. No dia da reabertura, a bolsa registou uma queda histórica de 16,23%.

  • Apesar do otimismo do governo grego e do presidente da Comissão Europeia, o índice geral da bolsa de Atenas entra no terceiro dia consecutivo de quedas. A Bolsa de Xangai regressou a terreno negativo e o FMI avisa que pode não incluir este ano a moeda chinesa no cabaz de divisas que suporta a sua unidade de conta

  • Inferno na Bolsa de Atenas

    Bolsa despenhou-se e a queda chegou a 23% num regresso à negociação mas com restrições. Os bancos foram os mais atingidos com quedas de 30%. Depois de cinco semanas em que a Bolsa esteve encerrada, o dia de hoje não podia ter sido diferente. A ordem geral é: vender