Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

11,9%: a mais baixa taxa de desemprego nos últimos quatro anos

  • 333

Marcos Borga

Taxa de desemprego no segundo trimestre é inferior em 1,8 pontos percentuais ao valor registado nos primeiros três meses deste ano e fica dois pontos percentuais abaixo da registada no mesmo período de 2014

A taxa de desemprego no segundo trimestre foi de 11,9%, revelou esta quarta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE). Nos primeiros três meses deste ano tinha ficado nos 13,7% e no mesmo período do ano passado nos 13,9%. Ou seja, as reduções foram de 1,8 pontos percentuais (no espaço de três meses) e de dois pontos percentuais (no espaço de um ano), respetivamente. Os 11,9% correspondem à mais baixa taxa de desemprego nos últimos quatro anos.

Com esta evolução, a população desempregada em Portugal sitou-se em 620,4 mil pessoas, estima o INE, que apura os dados trimestrais sem ajustar os valores ao efeito da sazonalidade (ao contrário do que acontece com os dados mensais). São menos 92,5 mil pessoas do que no trimestre anterior e menos 108,5 mil pessoas do que no mesmo período de 2014.

Quanto à população empregada, foi estimada pelo INE em 4580,8 mil pessoas no segundo trimestre, aumentando 2,3% (mais 103,7 mil pessoas) em relação aos primeiros três meses do ano e subindo 1,5% (mais 66,2 mil pessoas) por comparação com o segundo trimestre de 2014.

Olhando para a variação homóloga, constata-se que o aumento da população empregada foi muito inferior à redução da população desempregada. O que significa que parte das pessoas que deixaram de ser contabilizadas como desempregadas foram-no não porque encontraram emprego, mas porque ou emigraram - saindo do país - ou deixaram de procurar ativamente um posto de trabalho, passando a ser consideradas inativas.