Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Mais de mil funcionários da CGD disponíveis para a pré-reforma

  • 333

Caixa perguntou aos seus funcionários com mais de 55 anos quantos tinham vontade de sair: mais de mil com condições para serem elegíveis disseram que sim. O banco vai dedir até ao final do ano o que fazer

O banco público avançou com um programa de reformas antecipadas e mais de mil pessoas, 11% da força de trabalho, disseram estar disponíveis para avançar.

A CGD vai tomar uma decisão até ao final de 2015, mas o banco não aceitará todas as candidaturas, afirma fonte do banco.

No final de junho, a CGD tinha 8858 trabalhadores. Nos primeiros seis meses do ano, o banco cortou 12 postos de trabalho.

A redução de trabalhadores que vier a ser feita será em princípio acompanhada de uma redução de balcões.