Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Aethel propõe pagar 38 milhões de euros pelo banco Efisa

  • 333

É a proposta mais alta pelo banco de investimento que pertencia ao grupo BPN. A outra oferta, apresentada pelo grupo português Patris, é de 26,9 milhões de euros.

A gestora de fundos de investimento inglesa Aethel Partners ofereceu 38 milhões de euros pelo banco Efisa, apurou o Expresso. Já a portuguesa Patris apresentou uma proposta de 26,9 milhões de euros.

A decisão quanto ao candidato vencedor ao banco de investimento que fazia parte do BPN só será conhecida na próxima semana. Francisco Nogueira Leite, presidente da Parparticipadas, sociedade-veículo do Estado que ficou com algumas sociedades do grupo BPN, tinha dito na semana passada que o anúncio do candidato vendedor seria feito no início desta semana. Mas o facto de os relatórios dos assessores financeiros e jurídicos não estarem concluídos ditou o adiamento.

As duas propostas finais foram melhoradas. Inicialmente foram apresentadas oito propostas de compra, das quais apenas três eram vinculativas: além da Aethel, liderada pelo português Ricardo Santos Silva e pela norte-americana Aba Rosa Schubert, e da Patris, liderada por Gonçalo Pereira Coutinho, havia também uma proposta de um investidor do Médio Oriente, que ficou pelo caminho.

Esta é a terceira vez que se tenta vender o Efisa.