Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Grécia: Eurogrupo admite reestruturação de dívida mas só com saída do euro

  • 333

Em caso de não acordo para um terceiro resgate ao país, é dito que "deveriam ser oferecidas à Grécia negociações rápidas" para que o país saia temporariamente da zona euro

O documento de análise do Eurogrupo ao pedido de ajuda da Grécia, transmitido aos líderes da zona euro, contempla a possibilidade de uma saída temporária do país da zona euro, caso em que seria negociada uma reestruturação da dívida pública.

Em caso de não acordo para um terceiro resgate ao país, é dito que "deveriam ser oferecidas à Grécia negociações rápidas" para que o país saia temporariamente da zona euro, "com possível reestruturação da dívida".

Esta frase é a última do documento, a que a Lusa teve acesso, enviado pelo Eurogrupo aos líderes reunidos na cimeira da zona euro, e surge entre parêntesis.

Na reunião do Eurogrupo de sábado, que só hoje foi terminada, circulou um documento que defendia precisamente um cenário de uma saída temporária da Grécia da zona euro, por cinco anos, cuja autoria foi atribuída à delegação alemã.

O documento hoje adotado pelo Eurogrupo não especifica o prazo dessa saída temporária.

A dívida pública grega representa cerca de 180% do Produto Interno Bruto (PIB), ou seja, quase o dobro da riqueza produzida no país.