Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Ferreira de Oliveira lança fundo concorrente da Galp

  • 333

Tiago Miranda

Manuel Ferreira de Oliveira, ex-presidente da Galp, vai lançar o fundo  Petroatlântico, para operar na exploração a e produção de petróleo e de gás natural

Três meses depois de deixar a presidência da Galp, Manuel Ferreira de Oliveira vai lançar o fundo a Petroatlântico, para operar na exploração  e produção de petróleo e de gás natural. O  Jornal de Negócios refere que o fundo arrancará com 3 mil milhões de euros e atuará no triângulo atlântico da lusofonia - Portugal, Brasil e Angola.  Mas, o valor pode subir até aos 5 mil milhões. 

 O  modelo de atuação do fundo de Ferreira de Oliveira é diferente do das petrolíferas tradicionais. Atuará com poucos recursos humanos e meios técnicos reduzidos.

A lógica é investir financeiramente em "blocos" que a gestão da Petroatlântico "conheça e ofereçam garantias de retorno", segundo o Jornal de Negócios.

O dinheiro do fundo tem origem em Calgary, no Canadá, uma cidade com uma forte ligação à indústria de petróleo e de gás natural.

A Petroatlântico torna-se assim um concorrente da Galp, no negócio da produção de petróleo e de gás natural. Como a Galp opera nas geografias alvo do fundo, os dois operadores podem ser concorrentes diretos em leilões futuros de blocos. A primeira disputa pode ocorrer na venda dos ativos a Petrobras pretende realizar no Brasil.

Após o lançamento do fundo, Ferreira de Oliveira  poderá recrutar na Galp os especialistas de que precisa para as suas equipas.

Na Bolsa, a Galp segue esta manhã a valorizar 0,35%, mas é das cotadas portuguesas que menos valoriza.