Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Coca. Na Colômbia, a área cultivada cresceu 44% num ano. Quem o diz é um relatório da ONU

  • 333

Na versão do relatório, a rentabilidade das folhas de coca ajuda a explicar a sua popularidade entre os agricultores,

Na base do s números estão imagens recolhidas por satélite sobre o céu da Colômbia: no ano passado, a área cultivada com coca no país cresceu 44%, para 69 mil hectares, afirma um relatório do Gabinete da ONU Contra a Droga e o Crime (UNODC).

O valor da produção da folha de coca e dos seus derivados (pasta de coca e cocaína) também subiu 40%, aproximando-se dos 400 milhões de euros em 2014, o equivalente a 0,3% do PIB da Colômbia e a 3% da quota do sector agrícola no Produto Interno Bruto do País.

Os dados constam do relatório "Monitorização do Cultivo de Coca em 2014", elaboradora pelo UNODC, em conjunto com o governo da Colômbia, que contabiliza a produção de cocaína no país em 442 toneladas.

O documento, citao pela agência Lusa, indica, também, que o número de famílias envolvidas no cultivo de coca aumentou 6,4% no último ano e hoje haverá mais de 64 mil famílias a produzir coca na Colômbia.

Entre as causas da popularidade crescente do cultivo da coca, o relatório aponta a rentabilidade da folha de coca, que em 2014 aumentou 42%.

Nos últimos 11 anos, os projetos  para ajudar os agricultores que dependem do cultivo de drogas a arranjarem rendimentos alternativos envolveram 180 mil famílias, mas face aos númeross divulgados neste relatório, o UNODC incentiva o governo local a aumentar o programa de desenvolvimento alterntivo do país.