Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Santander e Cerberus desistem do Novo Banco

  • 333

FOTO José Coelho / Lusa

Foram três as propostas vinculativas entregues ao Banco de Portugal. De fora ficam dois candidatos

Dos cinco apurados na terceira fase do concurso para a compra do Novo Banco, três fizeram ofertas vinculativas. De fora ficaram dois candidatos, como refere o Banco de Portugal em comunicado, três horas após a hora limite para entrega das ofertas vinculativas: avançaram os chineses da Anbang e Fosun e os norte-americanos da Apollo e, segundo apurou o Expresso, entre os que desistiram estarão o espanhol Santander e os norte-americanos da Cerberus. 

Os valores oferecidos não são ainda conhecidos, mas o encaixe da venda para o Fundo de Resolução - onde participam os bancos a operar em Portugal - ficará muito abaixo dos 4,9 mil milhões injetados no antigo BES. 

Contactado, o presidente do Santander Totta não comenta. António Vieira Monteiro já havia dito que o agravamento dos prejuízos do Novo Banco em 30 milhões de euros teria efeito na proposta de compra da instituição e que "na definição daquilo que vai ser a nossa proposta ou não proposta ao Novo Banco, vamos ter em atenção também os resultados que o banco tem tido ao longo do tempo". 

O próximo passo será escolher o vencedor, o que decorrerá durante as próximas semanas, segundo informa o Banco de Portugal. No caso de os valores oferecidos estarem próximos, haverá lugar a negociação direta com os interessados.

Os candidatos apurados na terceira fase de venda do Novo Banco foram o espanhol Santander, os chineses da Fosun e da Anbang e os norte-americanos da Apollo e Cerberus.

O Financial Times dava como favoritos os chineses da Fosun e da Anbang, com propostas a rondar os 4 mil milhões de euros. Este montante incluirá uma recapitalização do banco entre 1,2 mil milhões e 1,5 mil milhões de euros, para assegurar a solvabilidade do banco. Mas é provável que esse valor para a recapitalização venha a ser superior perante a possibilidade de uma nova crise financeira.