Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Medidas de controlo de capitais justificam-se para estabilizar a banca, diz a Comissão Europeia

  • 333

Comissão Europeia considera que as medidas de controlo de capitais gregas se justificam com a defesa da estabilidade do sistema financeiro e bancário

Lusa

A Comissão Europeia considera que as medidas de controlo de capitais decretadas pelo Governo grego se justificam com a defesa da estabilidade do sistema financeiro e bancário.

"Manter a estabilidade financeira é o desafio mais imediato e importante para o país", segundo um comunicado divulgado hoje por Bruxelas.

O comissário europeu para os Serviços Financeiros, Jonathan Hill, lembrou ainda que "a liberdade de circulação de capitais deverá ser retomada assim que possível, no interesse da  economia grega, da zona euro e do mercado único da União Europeia como um todo", adiantando que Bruxelas irá monotorizar o evoluir da situação e a aplicação das medidas restritivas anunciadas ontem, domingo, pelo primeiro-ministro, Alexis Tsipras.

Bruxelas diz ainda que está "pronta para ajudar as autoridades com os aspetos técnicos desta medida".

Os bancos da Grécia vão permanecer encerrados até 6 de julho, dia a seguir ao referendo sobre o programa de resgate, e o levantamento de dinheiro está limitado a 60 euros diários, estabelece um decreto hoje publicado em Atenas.

O decreto sobre o controlo de capitais, publicado no boletim oficial, que lista as medidas impostas às instituições financeiras que duram até 6 de julho, foi assinado pelo Presidente grego, Prokopis Pavlopoulos, e pelo primeiro-ministro, Alexis Tsipras.