Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsas europeias com perdas estabilizadas à volta dos 4%

  • 333

O sentimento dos investidores nas bolsas europeias mantém-se negativo a meio da sessão, mas o posicionamento é de esperar para ver. As desvalorizações situam-se entre os 3% da Alemanha e os 4,5% de Portugal

A incerteza continua a ser a palavra de ordem nas principais bolsas europeias, que têm as perdas estabilizadas à volta dos 4%. Os investidores, dizem os analistas, vão manter-se com um sentimento negativo até perceber melhor o qual será o futuro da Grécia e as consequências das medidas que forem tomadas nos países periféricos, como é o caso de Portugal.

A meio da sessão, às 13h20, o PSI-20, índice de referência da Bolsa de Lisboa, era um dos mais penalizados, com uma queda de 4,51%, seguia-se o mercado italiano com uma perda de 4,17%. A bolsa da vizinha Espanha estava a desvalorizar 3,89%,  França perdia 3,44% e a Alemanha 3,06%.

Em Lisboa as descidas mais acentuadas faziam sentir-se no BCP (-9,69%), Mota Engil (-8,96%), Teixeira Duarte (-8,65%), Pharol (-8,14%), Banif (-7,35%) e o BPI (-6%). A NOS era a empresa menos penalizada (-1,39%).

A Bolsa de Atenas está encerrada e só irá abrir a 7 de Julho, precisamente no mesmo dia em que os bancos voltam a ter os balcões as portas abertas.