Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

BCE mantém linha de emergência para bancos gregos

  • 333

ALEXANDROS VLACHOS / EPA

Os governadores do Banco Central Europeu anunciam em comunicado que decidiram manter a linha de liquidez para os bancos gregos. Mas não dá ajuda extra, o que pode levar os bancos gregos a ficarem expostos a curto prazo. Conselho de Estabilidade Financeiro da Grécia reúne esta tarde 

Cátia Bruno

Cátia Bruno

Jornalista

O Banco Central Europeu (BCE) decidiu manter a sua linha de financiamento aos bancos gregos (ELA), mas não a vai aumentar. O anúncio foi feito este domingo em comunicado, depois de uma reunião de emergência para discutir a situação grega. 

"No seguimento da decisão das autoridades gregas de realizar um referendo e o não-prolongamento do programa de ajustamento da UE, o Conselho Governador declarou que irá trabalhar em proximidade com o Banco da Grécia para manter a estabilidade financeira", pode ler-se no comunicado do BCE.

"Dadas as circunstâncias, o Conselho Governador decidiu manter o teto da provisão de assistência de liquidez financeira (ELA) para os bancos gregos no nível decidido na sexta-feira (26 de junho de 2015)". Ou seja, nos 89 mil milhões de euros. Um valor que pode, no entanto, não ser suficiente, devido ao levantamento de depósitos que tem vindo a acelerar-se nos últimos meses. Segundo o Banco da Grécia, 30 mil milhões de euros em depósitos foram perdidos entre janeiro e maio - um valor que terá subido bastante nos últimos dias e, possivelmente, nas últimas horas.

Gregos preparam-se 
Segundo a agência Reuters, o Conselho de Estabilidade Financeira da Grécia, composto pelo ministro das Finanças, Yanis Varoufakis, o governador do Banco da Grécia, Yannis Stournaras (que esteve presente na reunião do BCE) e o diretor da Associação de Bancos grega, entre outros representantes, reúnem esta tarde. 

Ao longo da manhã, houve alguma especulação sobre o que irá ser discutido neste encontro. Todos querem saber se o Governo vai decretar o controlo de capitais para evitar o esvaziamento dos depósitos bancários. 

Varoufakis diz que o Executivo não quer adotar essa medida para já. No Twitter, o ministro das Finanças, escreveu que "os controlos de capitais dentro de uma união monetária são uma contradição de termos. O Governo grego opõe-se ao próprio conceito." 

Declarações complementadas pela entrevista que deu esta manhã à BBC (rádio): "A Europa falhou", disse Varoufakis, referindo-se à preservação do funcionamento democrático de uma união monetária. Essa, para o ministro, deve ser uma união "cujos bancos estão garantidos por um banco central, que faz o que pode para manter os bancos das pessoas acessíveis para essas mesmas pessoas".  A questão é se o Governo grego considera que tal está a ser cumprido ou não.

  • BCE pode "terminar" assistência aos bancos gregos. Será mesmo assim?

    Fonte dentro do Banco Central Europeu avançou à BBC que o organismo pretende terminar com a linha de emergência de liquidez aos bancos gregos. Se o fizer antes do dia 30, quando o programa de assistência termina, toma uma decisão política que pode influenciar o resultado do referendo 

  • Grécia. Referendo é já no próximo domingo

    Uma larga maioria no Parlamento grego, superior à que suporta o governo de Tsipras, convoca referendo para 5 de julho. Eurogrupo coloca a Grécia numa espécie de limbo quanto à participação nas decisões da moeda única. Atenção vira-se para a reunião do BCE este domingo

  • Eurogrupo garante: Grécia continua a fazer parte da zona euro

    Depois de a Grécia não ter estado presente na segunda parte da reunião, vários ministros das Finanças desdobraram-se em declarações reforçando que o país continua dentro da moeda única. No entanto, o presidente do Eurogrupo desmentiu o ministro grego sobre quem teve a iniciativa. E as conferências de imprensa não responderam a todas as perguntas

  • Começou corrida ao "multibanco" na Grécia

    Logo que o gregos ouviram o primeiro-ministro anunciar na televisão um referendo sobre as propostas dos credores oficiais, saíram para a rua em mais uma corrida às caixas automáticas para levantar dinheiro vivo

  • BCE marca reunião de emergência para discutir Grécia

    Os governadores do Banco Central Europeu (BCE) marcaram uma reunião de emergência para discutir a situação grega. Situação é cada vez mais complicada para Governo grego, mas Alexis Tsipras garantiu a Merkel e Hollande que Grécia terá "oxigénio" na segunda-feira