Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

354 milhões? 338? 348? 10? 488? Afinal, quais são os valores da compra da TAP?

  • 333

José Coelho / Lusa

Vários valores têm sido publicados sobre o preço de venda da TAP. Eles não são contraditórios, mas sim complementares. Compreenda as contas

Afinal, por quanto foi comprada a TAP? E quanto vai receber o Estado? Vários números foram publicados nas últimas semanas, por existirem diversas parcelas, algumas das quais variáveis. Eis as contas:

David Neeleman comprometeu-se a injetar capital na TAP num total de 338 milhões de euros, pagando ao Estado mais 10 milhões de euros. Além disso, a opção de compra dos remanescentes 34% é feita ao valor mínimo de 6 milhões de euros a pagar ao Estado. Assim, o valor mínimo resulta do somatório destas três parcelas: 354 milhões de euros.

Há, no entanto, fatores variáveis, que dependem essencialmente de um ponto - os resultados operacionais da TAP SGPS este ano (rácio EBITDAR). Se a TAP SGPS alcançar o EBITDAR que estava previsto no plano de negócios feito no início do ano, e que esteve subjacente às contas realizadas na privatização, a Gateway terá de pagar mais ao Estado - esta previsão de EBITDAR é entre 250 e 300 milhões de euros.

Se a TAP SGPS atingir este valor, então a opção de compra do remanescente 34% sobe para até 50 milhões de euros. E se houver uma venda em Bolsa da empresa nos próximos quatro anos, o Estado recebe até mais 90 milhões de euros. 

Somando estas novas parcelas, o valor total do negócio pode subir para até 488 milhões de euros, dos quais 140 milhões para o Estado.