Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Financial Times elege chineses como favoritos ao Novo Banco

  • 333

Nuno Botelho

Além dos chineses, há espanhóis e norte-americanos na corrida. Haverá novidades até ao final do mês.

Dos cinco candidatos à compra do Novo Banco, o Financial Times escreve esta segunda-feira que a disputa está a ser feita entre os grupos chineses Fosun e Anbang. E justifica que só estes terão capacidade financeira para avançar com uma oferta superior a 4 mil milhões de euros.

O jornal refere várias fontes próximas do processo para chegar a esta conclusão. O Expresso contactou a Fosun, mas não obteve comentários.

Entre os cinco candidatos à compra do Novo Banco, que herdou os ativos bons do BES, estão também o espanhol Santander e os norte-americanos da Apollo e Cerberus, mas, segundo o Financial Times, são os chineses que maior capacidade financeira têm para avançar com uma proposta mais alta.  

Está a decorrer a fase de "due dilligence" e até ao final do mês deverá haver novidades. 

O processo de venda está a ser assessorado pelo BNP Paribas e só não haverá perdas se o Novo Banco for vendido por 4,9 mil milhões de euros, montante injectado para a capitalização do banco. Deste montante, 3,9 mil milhões de euros foram injectados pelo fundo de resolução, entidade que irá escolher o novo dono do banco, presidido por Eduardo Stock da Cunha. 

O fundo de resolução é alimentado por contribuições de bancos, no caso a maioria das instituições a operar em Portugal. Caso existam perdas no valor do encaixe da venda, serão em princípio os bancos a suportar este diferencial ao longo dos anos.