Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Google, Sonae e Deloitte são as empresas preferidas dos estudantes portugueses

  • 333

Inquérito realizado junto de 2500 estudantes universitários de economia, gestão e engenharia aponta a Google como a empresa mais atrativa para trabalhar, seguida da Sonae e da Deloitte. 

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A Google, a Sonae e a Deloitte ocupam o pódio - exatamente por esta ordem - entre as empresas consideradas mais atrativas pelos universitários portugueses, segundo um inquérito realizado pela Spark Agency e pela Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho, recolhendo a opinião de cerca de 2500 estudantes. 

Além daquelas três empresas, a lista das 20 empresas preferidas para desenvolver a carreira inclui ainda companhias portuguesas, como a EDP, Galp, Jerónimo Martins, TAP e Caixa Geral de Depósitos, com o supervisor do sistema bancário, o Banco de Portugal, também incluído no rol das preferências. 

A lista contempla ainda diversas multinacionais estrangeiras, como a PwC, Nestlé, L'Oreal, Apple, McKinsey, Bosch, EY, KPMG, Unilever, Siemens e BMW. 

Segundo a pesquisa, os estudantes inquiridos elencaram como principais objetivos na procura de um primeiro emprego trabalhar num local caracterizado pela honestidade, ganhar experiência e trabalhar numa empresa onde o desempenho seja reconhecido.  

Estes fatores foram globalmente considerados mais relevantes do que "trabalhar numa empresa lucrativa e com robustez financeira" e do que ter a oportunidade de aplicar conhecimentos adquiridos na universidade. 

O estudo ouviu 1595 estudantes de economia e gestão e 899 alunos de engenharia de 15 universidades portuguesas, ao longo de cinco meses, tendo convidado os inquiridos a apontar cinco empresas da sua preferência e ainda selecionar de uma lista de 243 empresas quais as companhias em que considerariam trabalhar.