Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Avaliações bancárias das casas subiram em abril

  • 333

O valor médio do metro quadrado nas avaliações que os bancos fazem para conceder crédito subiu 0,5% entre março e abril, refletindo sobretudo a valorização das casas na área metropolitana de Lisboa. 

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

O valor das avaliações dos bancos aos imóveis para habitação recuperou em abril, apresentando um crescimento de 0,5% face a março, para uma média de 1016 euros por metro quadrado. No mês anterior o valor das avaliações bancárias tinha ficado estável, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE). 

Na comparação homóloga, face a abril de 2014, o valor médio dos imóveis de habitação teve um crescimento de 2,6%, de acordo com o INE, acima do aumento de 1,8% que se tinha verificado em março. 

A área metropolitana de Lisboa, com uma avaliação média de 1237 euros por metro quadrado, foi, segundo o INE, "a região que mais influenciou o acréscimo mensal observado para o total do país". 

Também na comparação homóloga Lisboa liderou os aumentos nas avaliações, com uma valorização do metro quadrado de 6,1%, sendo ainda de destacar o crescimento de 3,5% nas avaliações bancárias dos imóveis de habitação na região Centro. 

De acordo com o inquérito à avaliação bancária publicado esta segunda-feira pelo INE, no segmento específico dos apartamentos o valor médio das avaliações dos bancos (para efeito de concessão de crédito) foi de 1064 euros por metro quadrado, mais 0,8% do que em março e mais 4,8% do que em abril do ano passado. 

No que respeita a moradias, a avaliação média dos bancos situou-se em abril em 937 euros por metro quadrado, em linha com o registo de março, mas 0,5% abaixo do verificado em abril de 2014.