Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Saiba como pode ser CEO antes dos 30

  • 333

Apesar das mudanças no contexto empresarial, nomeadamente pela emergência das startups, as competências para liderar parecem manter-se ao longo dos tempos. É a opinião de John Schwarz, co-fundador e CEO da empresa Viser, que oferece soluções na área dos recursos humanos.

Os tempos mudam, mas as exigências mantêm-se. É nisto que John Schwarz acredita. De acordo com a publicação divulgada no site da revista Entrepreneur, apenas com 24 anos o atual CEO da Viser já sonhava atingir este cargo de liderança. Só conseguiu 30 anos mais tarde, na empresa de software Business Objects, num percurso que diz ter sido planeado e no qual se manteve focado e determinado.

John Schwarz apresenta uma lista de três coisas que considera que devem ser feitas para chegar a CEO, mesmo que tenha uma curta experiência de vida.

1.Construa uma equipa para o compensar pelas suas falhas. Mesmo um executivo com uma grande experiência precisa de um conjunto de pessoas que possam dar alguma orientação, especialmente em áreas que não sejam a sua especialidade. Para os líderes mais jovens, é essencial para que sejam evitados erros graves. John apresenta como um dos exemplos Mark Zuckerberg e Sheryl Sandberg, do Facebook, em que ele dirige os produto e ela está mais orientada para o negócio. E termina deixando um conselho final: quando estiver a construir a sua equipa, não olhe para pessoas que são iguais a si, mas antes para aquelas que o podem desafiar e fazê-lo crescer.

2. Use o poder do pensamento positivo (e negativo). Se lançar um negócio quando ainda está na casa dos 20 anos, vai ter algumas vantagens e desvantagens. A maior desvantagem é a falta de um histórico, em que um potencial investidor poderá querer basear-se para avaliar a probabilidade de sucesso. No universo do capital de risco, os investidores têm-se mostrado dispostos a investir em equipas inexperientes. Uma das estratégias pode ser contratar alguém com experiência para estar à frente da captação de fundos, mantendo-se atento para não perder o controlo do processo negocial. Uma das grandes vantagens da juventude pode serro facto de não saber o que não é possível, arriscando mais e tentando fazer acontecer, contrariamente a algumas pessoas mais experientes que podem desistir por experiências anteriores.

3. Pratique a humildade. Os líderes precisam de ser transparentes e humildes. John Schwarz acrescenta que para o Google, a humildade intelectual – a capacidade de voltar atrás e abraçar as melhores ideias dos outros – é um critério importante no processo de contratação. Acrescenta ainda que a humildade é muitas das vezes encarada como uma fraqueza, quando no fundo é um dos pontos mais fortes de um líder. O CEO conclui deixando um conselho: praticar a humildade e não se esquecer de ganhar.