Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Engordar por trabalhar? Sim, é possível.

  • 333

O stress no trabalho é um dos principais responsáveis pelo aumento de peso, sobretudo em algumas profissões. Os resultados são do estudo anual do CareerBuilder, com base na população americana.

Já pensou que o seu trabalho o pode fazer ganhar peso? O estudo anual do CarrerBuilder revelou que 57% dos trabalhadores norte-americanos considera que está acima do peso e que 42% consideram que ganharam peso no seu atual emprego.

O mesmo relatório refere que 22% dos trabalhadores dizem ter ganho mais de 5 quilos no emprego atual, uma percentagem superior aos 16% que consideram ter perdido peso.

A informação recolhida permitiu estabelecer uma forte correlação entre o nível de stress e o excesso de peso dos trabalhadores, verificando-se uma variação no mesmo sentido das duas variáveis. Dos inquiridos, 70% dos profissionais expostos a níveis extremos de stress está acima do peso, assim como 66% dos que têm níveis de stress considerados altos.

Quando questionados sobre os motivos que estão na origem deste aumento de peso, 37% diz que “come por causa do stress” e 43% diz estar “muito cansado para fazer exercício físico”.  O cenário agrava-se no que diz respeito ao trabalho sedentário, com 56% a dizer que estar sentado à secretária a maior parte do dia contribuiu para o seu aumento de peso.

O estudo evidencia ainda a difícil relação entre as mulheres e a balança, com 46% a reconhecer que engorda, enquanto os homens totalizam 38%. Numa análise etária, 35% entre os 35-54 anos reconhece um aumento de peso, assim como 38% dos 18-34 anos. Na faixa etária acima dos 55 anos, 39% dos trabalhadores considerou ter ganho peso no atual emprego.

Na sequência dos dados recolhidos é apresentada uma lista de profissões e tipos de trabalho com maior propensão para este aumento de peso, nas quais ao stress se junta o sedentarismo de alguns trabalhos de escritório.

1. Profissionais de serviços corporativos, com 51% dos trabalhadores a engordar no período em análise.

2. Tecnologias de Informação, em que 41% dos trabalhadores registou um aumento de peso.

3. Serviços Financeiros, nos quais 45% dos trabalhadores reconheceu engordarem no exercício das suas funções.

4. Cuidados de Saúde, em que 45% os profissionais da área verificaram o aumento do peso no período considerado.

5. Vendas , uma área em que 41% dos trabalhadores viu o seu peso a aumentar.

6. Hotelaria e Lazer, em que 39% dos profissionais inquiridos da área verificaram um aumento de peso.

7. Fabrico, com 39% dos trabalhadores da área a registarem um aumento de peso, possivelmente associado ao tempo que passam sentados nos processos da atividade.

8. Retalho, com 35% dos inquiridos a reconhecer que engordou.

O questionário foi realizado online, entre 11 de fevereiro e 6 de março do presente ano, num universo de 3105 trabalhadores nos Estados Unidos, com idade superior a 18 anos. Os inquiridos integram empresas de diferentes dimensões de várias áreas de negócios.