Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Parte da PT já está à venda

  • 333

O centro de dados 
da Covilhã foi o último grande projeto 
da PT enquanto empresa portuguesa

Photographer: Alberto Frias

A Altice tem estado a abordar informalmente potenciais interessados em ativos 
da PT Portugal. A PT SI, a PT Inovação, o centro de dados da Covilhã e o Sapo são os alvos.

A francesa Altice prepara-se para entrar em força em junho na PT Portugal. Mas já tem os dossiês estudados e ao longo das últimas semanas, soube o Expresso, tem estado a sondar informalmente potenciais interessados em ativos do antigo operador histórico dos quais estará a ponderar desfazer-se. Os interlocutores privilegiados são multinacionais da área das tecnologias e das telecomunicações que já estão a operar em Portugal, e que tradicionalmente são parceiros da PT. Entre as empresas abordadas estão a sueca Ericsson e a consultora norte-americana Accenture.

 A dona da PT Portugal está a apalpar terreno para alienar ou concessionar ativos que não são fundamentais para a oferta de serviços de telecomunicações. Nada está decidido e a Altice tem mantido um sigilo férreo sobre esta matéria. Mas o Expresso apurou que os novos acionistas franceses estão à procura de interessados para áreas de negócio da PT Sistemas de Informação (SI), da PT Inovação e para o centro de dados da Covilhã — uma infraestrutura que não poderá ser vendida porque foi financiada por fundos comunitários, mas poderá ser concessionada. Outro ativo que deverá ser vendido ou sofrer uma profunda reestruturação é o Sapo, onde trabalham cerca de 300 engenheiros e programadores.

Leia mais na edição deste fim de semana