Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Hoteleiro moçambicano abre unidade no centro histórico do Porto

  • 333

O Descobertas Boutique Hotel, com 18 quartos, adota uma decoração de ambiente colonial e dos navegadores portugueses, distinta em cada piso, numa "alegoria ao multiculturalismo", diz o empresário Nurmomade Abdulcarim

Rui Duarta Silva

É o primeiro investimento moçambicano na hotelaria em Portugal. O grupo Kauri inaugura este sábado o Descobertas Hotel, no centro histórico da Invicta.

É o primeiro investimento moçambicano no mercado hoteleiro em Portugal.  O empresário Nurmomade Abdulcarimo (Baboo, na versão popular da sua região), dono do grupo Kauri, inaugura este sábado o Descobertas Boutique Hotel, em pleno centro histórico do Porto. 

Baboo investiu 2,7 milhões de euros na reabilitação de um edifício de quatro pisos e já adquiriu um outro, na zona da Sé, para instalar um segundo Descobertas Boutique. 

Em Moçambique, o grupo é dono, em Pemba, do  Kauri Resort em frente ao Índico, com 22 quartos e 19 chalets, e da pastelaria Nautilus, no Maputo. 

Há dois anos, o empresário voltou-se para o mercado português e ficou seduzido pela proposta do BES para reabilitar um antigo edifício de escritórios na Ribeira, no centro histórico do Porto. 

"Procurava uma boa solução e encontrei no Porto uma solução excelente", confessa o empresário moçambicano, orgulhoso por ter transformado um edifício degradado do casco histórico num novo emblema hoteleiro da Invicta. 

O Descobertas Boutique Hotel, com 18 quartos, adota uma decoração de ambiente colonial e dos navegadores portugueses, distinta em cada piso, numa "alegoria ao multiculturalismo". Nesta fase de lançamento, o preço dos quartos começa nos 90 euros, mas em condições normais ficará entre os 130 e 150 euros.

Baboo visitara pela primeira vez Portugal, na pele de turista, no fim da década de 1970, e voltaria depois para contratar, por duas vezes, pasteleiros portuguesas para a sua confeitaria no Maputo.