Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Cimpor agrava perdas no 1º trimestre

  • 333

A  Cimpor agravou os prejuízos no 1º trimestre em 60%, registando perdas de 17 milhões de euros. A faturação subiu.

A Cimpor registou no primeiro trimestre um prejuízo de 17,2 milhões de euros, agravando as perdas registadas no mesmo período de 2014 (10,8 milhões). A faturação subiu 7,4% (636,6 milhões de euros), apesar de, em volume,  a venda de cimento e cliqnuer ter registado uma redução (-5,3%).

A subida da faturação decorre, por isso, do "aumento generalizado de preços médios”, como explica a cimenteira no seu comunicado. O preço médio nos oito mercados em que opera subiu 7,8%.

Em Portugal, as vendas subiram 7%, para 66 milhões. A  Cimpor justifica a subida pela recuperação do mercado, após um longo período de queda, e pelo reforço da sua capacidade exportadora.

A Cimpor destaca o desempenho do mercado argentino que sofre da desvalorização da moeda local. A faturação, excluindo o impacto cambial subiu, perto de 35%".

O desempenho operacional ( EBITDA) esteve em queda no primeiro trimestre (-7,2%), libertando 123 milhões de euros. No Brasil,  o EBITDA caiu 39% (40,6 milhões) de euros devido  ao “aumento dos custos, principalmente, da energia" e à desvalorização   do real.

Já em Portugal, o EBITDA teve um desempenho favorável, duplicando o valor. Ficou nos 9,7 milhões de euros