Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

CMVM a supervisionar auditores? ROC estão contra

  • 333

A ministra das Finanças afirmou ao Bastonário da Ordem dos ROC que o polícia da Bolsa vai passar a supervisionar as auditoras. E os ROC estão contra. E dizem que não são os únicos.

A ministra das Finanças indicou ao Bastonário da Ordem dos Revisores e Oficias de Contas (ROC) que a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) vai passar a supervisionar as auditoras.

Na reunião que teve lugar no início de maio, Maria Luís Albuquerque confirmou que será extinto o órgão de supervisão existente. Estas alterações surgem na sequência da transposição da diretiva europeia sobre auditoria. 

Mas a Ordem dos ROC está contra esta solução que, se vier a ser aprovada, "não será benéfica para o setor".

"Não é por ser a CMVM. Mas porque a CMVM não reúne as condições de independência e competências necessárias", afirmou ao Expresso José Azevedo Rodrigues.

"Manifestámos a nossa oposição à própria ministra na reunião que tivémos", adianta. E diz que "também o Banco de Portugal está contra".

A Ordem dos ROC lamenta ainda a forma como as propostas legislativas sobre auditoria foram preparadas, deixando de fora os ROC. E questionam "a pressa" bem como "falta de transparência do processo".

Contactados, o Ministério das Finanças  e o BdP ainda não comentaram.