Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Lucros da Altri aumentam 189%

  • 333

A empresa portuguesa de produção de pasta de papel de eucalipto e de gestão florestal registou um resultado líquido de 22,2 milhões de euros no primeiro trimestre do ano. O EBITDA aumentou 79%, atingindo os 46,4 milhões de euros.

O resultado líquido da Altri registou um aumento de 189%, passando dos 7,7 milhões de euros registados no primeiro trimestre de 2014, para os 22,2 milhões de euros verificados em período homólogo deste ano.

Em 2015 as receitas totais cresceram mais de 20%, atingindo os 154 milhões de euros, impulsionadas pelo aumento de 7% do número de toneladas de pasta de papel vendidas, assim como pela variação positiva do preço, que beneficiou de uma subida de 18,2% em euros, resultado das variações cambiais euro/dólar entre o primeiro trimestre de 2014 e 2015.

Do lado dos custos registou-se um aumento de 4,7% para os 107,5 milhões de euros. O EBITDA atingiu os 46,6 milhões de euros, um aumento de 79% relativamente aos valores do ano anterior, com a margem EBITDA a aumentar para 30,2%.

Nos primeiros três meses deste ano, comparativamente com os resultados de 2014, a empresa portuguesa produziu 256,4 mil toneladas de pasta de papel, mais 17% do que o ano anterior, tendo sido vendidas 248,6 mil toneladas de pasta, que corresponde a um aumento de 7% do valor verificado no mesmo período de 2014. As exportações aumentaram 5% atingindo as 230,6 mil toneladas de pasta de papel.

O valor de investimentos realizados neste arranque de 2015 foi de 7,6 milhões de euros e o endividamento líquido foi reduzido para 504,4 milhões de euros, uma diminuição de 54 milhões de euros face ao período homólogo do ano anterior. Ainda nos primeiros três meses do ano, a Altri procedeu ao reembolso das obrigações CELBI 2015, num montante de 300 milhões de euros.

De acordo com os dados do Pulp and Paper Products Council (PPPC), no primeiro trimestre do ano, a procura total de pastas hardwood cresceu 12,5% relativamente ao mesmo período de 2014, com principal destaque para a pasta produzida através de eucalipto, que registou um aumento da procura de 18,7%.

Em termos geográficos, o consumo da China cresceu 21,5%, atingindo as 2,3 milhões de toneladas no trimestre em análise, enquanto na Europa Ocidental o consumo cresceu 6,6% para cerca de 2,3 milhões de toneladas.

O preço da pasta de eucalipto branqueada (BEKP) seguiu a mesma tendência de crescimento no primeiro trimestre de 2015, registando uma subida de 2% em dólares face ao trimestre anterior. No entanto, quando se converte para euros, a subida é mais evidente, sendo que na moeda europeia o preço subiu 13%. Com estas variações, o preço médio neste período foi de 750 dólares por tonelada, sendo que em euros foi de 663 euros por tonelada.

Actualmente a Altri gere cerca de 84 mil hectares de floresta em Portugal, certificada por reconhecidos mecanismos de certificação florestal mundial. A empresa de produção de pasta de papel de eucalipto está também presente no sector de energias renováveis de base florestal e detém três fábricas de pasta de papel em Portugal, com uma capacidade instalada de 990 mil toneladas por ano de pasta de papel branqueada de eucalipto, em 2014.