Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Montepio avança com nova emissão de unidades de participação

  • 333

A associação mutualista Montepio agendou uma assembleia geral para aprovar a supressão do direito de preferência dos que se tornaram "donos" do Montepio no final de 2013. O aumento de capital, através da nova emissão, é de 200 milhões de euros.

A Associação mutualista Montepio, proprietária do banco Montepio, agendou uma assembleia geral dos detentores de unidades de participação do banco para dis 5 de junho. 

A associação pretende que os particulares que se tornaram donos do Montepio no final de 2013 aprovem a eliminação do direito de preferência atribuído a estes novos donos do banco, cujas posições estão no Fundo de Participação. 

A associação mutualista pretende desta forma colocar uma nova emissão sem que os atuais detentores possam ter direito de preferência, afastando os particulares que subscreveram estes títulos no final de 2013, quando colocou 200 milhões de unidades de participação a 1 euros. 

Recorde-se que nas últimas semanas têm sido muitos os clientes detentores de esta "espécie" de capital do banco a vender no mercado secundários estes títulos perpétuos, desfazendo-se dos mesmos. As vendas têm sido feitas com um desconto de 20%. 

O conselho de administração do banco Montepio, presidido por Tomás Correira, refere na convocatória que o reforço de capital através de unidades de participação dirigido, desta vez apenas a institucionais, se justifica por se entender desejável e "oportuna a colocação deste instrumento , ainda que de forma indireta, junto de investidores institucionais em detrimento de uma nova emissão dirigida a retalho". Por isso, se torna necessário suprimir o direito de preferência dos atuais titulares. 

A administração do banco refere ainda, em comunicado enviado à Comissão do mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que a nova emissão de unidades de participação representativas do Fundo de Participação no montante de 200 milhões de euros terá um preço de um euro cada unidade.