Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Governo fala de novo "ao país" sobre a greve da TAP

  • 333

PATRÍCIA DE MELO MOREIRA/AFP/GETTY IMAGES

Mantendo a gestão de comunicação desta crise com o sindicato dos pilotos, ministro e secretário de Estado voltam a falar à hora dos telejornais sobre o impacto da greve na TAP. Para sublinhar a adesão abaixo das expectativas. 

O ministro da Economia, António Pires de Lima, e o secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, vão falar hoje às 20:10 sobre a paralisação na TAP e a situação da empresa. 

Este é o sexto dia da greve do sindicato dos pilotos da TAP, cuja adesão tem leituras diferentes do lado do sindicato e do lado da empresa e do Governo. Mas os dois lados reconhecem que a greve está a ter uma adesão abaixo das expectativas iniciais: em média, a TAP tem realizado cerca de 70% dos voos diários programados. 

Essa deverá ser a nota dominante da intervenção de hoje dos governantes, que mantêm assim uma política de comunicação que fez com que, ao terceiro dia de greve, já tivessem feito um balanço nestes termos: com uma declaração aos jornalistas em horário nobre, o que tem feito com que as declarações sejam transmitidas em direto durante os telejornais.

No primeiro balanço, realizado domingo, o impacto da greve foi estimado pelo governo num prejuízo de dez milhões de euros.