Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bruxelas otimista com Portugal, mas pouco

  • 333

José Coelho/Lusa

Comissão Europeia revê em baixa o valor do défice português, mas os números continuam acima dos que foram projetados pelo Governo de Passos Coelho.

Susana Frexes, em Bruxelas

Bruxelas está mais otimista quanto à recuperação económica portuguesa. Nas Previsões Económicas de Primavera, voltou a rever em baixa o valor do défice. Passa de 3,2 para 3,1% do PIB. Ainda assim, não é o suficiente para retirar Portugal do procedimento por défice excessivo.

É a segunda vez consecutiva que Bruxelas revê em baixa o valor do défice português. Nos cálculos da Comissão, as contas públicas portuguesas deverão beneficiar de uma melhoria das condições macroeconómicas, em particular do aumento do consumo privado, do emprego e do aumento das receitas com impostos e contribuições sociais.

Um défice de 3,1% aproxima Portugal da saída do procedimento por défice excessivo, mas continua, ainda assim, acima da linha vermelha dos 3% e dos 2,7% do Produto Interno Bruto (PIB) estimados pelo Governo de Passos Coelho.