Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Banco de Portugal entrega dividendo de 243 milhões de euros ao Estado

  • 333

José Carlos Carvalho

O banco central teve lucros de 304 milhões de euros no ano passado. 80% dos quais entrarão nos cofres públicos.

O Banco de Portugal vai entregar um dividendo de 243 milhões de euros ao Estado por conta dos resultados do ano passado, revelou esta terça-feira a instituição no Relatório e Contas de 2014.

Este dividendo corresponde a 80% dos lucros de 304 milhões de euros registados no ano passado. Em 2013, o banco central teve lucros de 253 milhões de euros e entregou ao Estado 202 milhões de euros em dividendos.

Em média, entre 2007 e 2014, o BdP rendeu ao Estado 196 milhões de euros em dividendos por ano e 295 milhões anuais quando se juntam os impostos sobre o rendimento pagos.

No ano passado, o encaixe total parar os cofres do Estado entre dividendos e impostos sobre o rendimento ascendeu a 372 milhões de euros.

Como habitualmente, o grosso dos resultados veio da chamada margem de juro que, no fundo, mede a diferença entre os juros pagos e os juros recebidos.

Ainda assim, esta rubrica desceu em 2014 face ao ano anterior de 727 milhões de euros para 649 milhões de euros. Esta descida decorre da redução generalizada das taxas de juro ao longo do ano passado.

A maior subida de ganhos aconteceu nos resultados com operações financeiras de um valor negativo de 119 milhões em 2013 para um montante positivo de 216 milhões de euros no ano passado.

Em 2014, o ativo do BdP reduziu-se de 111,6 mil milhões de euros para 105,6 mil milhões. A maior descida aconteceu nos ativos de política monetária que encolheram devido ao menor recurso dos bancos a financiamento do banco central.

Já o ouro teve uma valorização de 1433 milhões de euros.


O Estado recebe ainda 129 milhões de euros em impostos.