Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Tempo é mais dinheiro

  • 333

Em época de taxas de juro em mínimos, tentar encontrar aplicações com rentabilidade é um imperativo. O IRS permite ter algumas vantagens.

Expresso

Num momento em que as taxas de juro atingem mínimos históricos, importa maximizar a rentabilidade das suas poupanças, escolhendo os produtos existentes no mercado que melhor se adequam ao seu perfil de risco e que podem ter associado algum benefício fiscal.

O tempo de imobilização do seu dinheiro pode ser a chave para aumentar a rentabilidade das suas poupanças.

A recente Reforma do IRS veio alargar o leque de produtos relativamente aos quais é possível deixar fora da factura do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares ("IRS") uma parte do rendimento.

Para além dos já conhecidos seguros de capitalização, a partir do exercício de 2014 pode beneficiar da exclusão de tributação, em IRS, uma parte da remuneração dos depósitos ou de quaisquer aplicações em instituições financeiras e, ainda, os títulos de dívida pública.

Para que parte da remuneração destes produtos não seja tributada em IRS, o investidor apenas terá de estar disposto a dar, em troca, tempo, ou seja, terá que aplicar as suas poupanças por um período mínimo de cinco anos e, durante esse período, não poderá auferir qualquer remuneração periódica.

Um investimento por um período mínimo de 5 anos permitirá, como recompensa final, obter a não tributação em IRS de 20% da remuneração desse produto.

A maximização deste benefício é alcançada pelo investimento numa aplicação por um período mínimo de oito anos, no qual a recompensa será ainda maior, ao excluir-se de tributação 60% da remuneração.

Facilmente se compreenderá que, em tempos de rentabilidades reduzidas, sobretudo ao nível dos depósitos, este benefício fiscal deverá ser considerado no momento de decidir para onde deve canalizar as suas poupanças.

Invista com boas rentabilidades, também fiscais!

por Luísa Gomes - Este projeto resulta de uma parceria entre o Expresso e a Deloitte

ATÉ AO FIM DO ANO, O EXPRESSO VAI PUBLICAR TODAS AS SEMANAS UMA IDEIA PARA POUPAR NOS IMPOSTOS, NUMA PARCERIA COM A DELOITTE. NO TOTAL, SERÃO 50 CONSELHOS. VEJA AQUI A LISTA DE ARTIGOS JÁ PUBLICADOS