20 de abril de 2014 às 19:02
Página Inicial  ⁄  Multimédia  ⁄  Expresso TV  ⁄  É preciso apostar na reciclagem do lixo

É preciso apostar na reciclagem do lixo

É necessário inverter a tendência e aumentar a reciclagemdo lixo, mas não existem modelos perfeitos. Metas e desafios futuros foram o mote para mais uma conferência do Expresso do Meio-Dia, enquanto se espera que o Governo esclareça em que moldes vai atribuir as novas licenças para o setor.
Comentários 37 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Evidente ...
Isso também inclui o lixo político que vemos na maioria dos países ocidentais. Rio Grande
Re: Evidente ... Ver comentário
Re: Evidente ... Ver comentário
nao me diga que a bolsa prisao nao lhe chega.... Ver comentário
como o lula da silva e paulo maluff Ver comentário
Re: como o lula da silva e paulo maluff Ver comentário
Re: como o lula da silva e paulo maluff Ver comentário
Re: como o lula da silva e paulo maluff Ver comentário
Re: como o lula da silva e paulo maluff Ver comentário
Re: como o lula da silva e paulo maluff Ver comentário
Re: como o lula da silva e paulo maluff Ver comentário
Re: como o lula da silva e paulo maluff Ver comentário
Re: como o lula da silva e paulo maluff Ver comentário
Re: como o lula da silva e paulo maluff Ver comentário
nem sempre o que parece lixo nao presta Ver comentário
Re: nem sempre o que parece lixo nao presta Ver comentário
Re: nem sempre o que parece lixo nao presta Ver comentário
Re: nem sempre o que parece lixo nao presta Ver comentário
Re: nem sempre o que parece lixo nao presta Ver comentário
Re: nem sempre o que parece lixo nao presta Ver comentário
Re: nem sempre o que parece lixo nao presta Ver comentário
Re: nem sempre o que parece lixo nao presta Ver comentário
Re: nem sempre o que parece lixo nao presta Ver comentário
apagaram o seu post... Ver comentário
Re: Evidente ... Ver comentário
Re: Evidente ... Ver comentário
Re: Evidente ... Ver comentário
Re: Evidente ... Ver comentário
definir, incluir incentivar stakeholders
Notável participação do Professor João Simões Pires que faz notar a necessidade de incluir todas as partes interessadas, nomeadamente o cidadão comum, q faz ele próprio a necessária separação facilitando assim o trabalho das empresas que deverão recolher o lixo já separado para proveito económico das mesmas.
Trata-se de incentivar e não de punir de modo a conseguir os objectivos pretendidos. Mais uma vez, e na minha humilde opinião.
A minha experiência é curiosa
Nos locais onde produzo resíduos, Cascais, Braga, Oeiras, que separo de acordo com as melhores práticas, verifico haver cada vez mais pessoas a não o fazerem, com o argumento e ou, como protesto às elevadas taxas de RSU cobradas pelos municípios para esse fim.
Sem qualquer base científica direi que a tendência veio para ficar!
eu apostava na cooinceneração
começava pelos politicos e acabava nos banqueiros, é por causa destas dois "lixos" que a europa está como está, e já agora máquinas com filtros anti particulas, não fosse alguma continuar poluir.
e porque nao para muitos comentadores... Ver comentário
Re: e porque nao para muitos comentadores... Ver comentário
Re: e porque nao para muitos comentadores... Ver comentário
Re: e porque nao para muitos comentadores... Ver comentário
Re: e porque nao para muitos comentadores... Ver comentário
"Só o riso, o amor e o prazer merecem resposta
"Só o riso, o amor e o prazer merecem resposta.
  O resto, mais que perda de tempo... é perda de vida."
 
esta frase nao e minha recebi um email sobre o tema reciclagem e adorava poder mostrar o que se faz com a reutilizaçao do que normalmente consideramos lixo.
ha boas e engenhosas maneiras de reutilizar os produtos que as vezes desprezamos e deitamos fora, desde suporte de ovos em cartao, a garrafas de plastico de agua e bebidas, a peneus velhos, agarrafas de plastico de 2 litros... das tampas de latinhas, aos pacotes de leite passando pelas rolhas de cortiça, as lampedas fundidas.... caricas de cerveja,
  etc etc
soltem a imaginaçao e nao a ma lingua..e logo vao ver um mundo menos sujo, uma criança mais feliz, uma arvore mais verde e um tempo de vida mais longo e mais sustentavel.
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub