37
Anterior
Mais de metade do lixo ainda vai para aterros
Seguinte
História da Portugal revisitada
Página Inicial   >  Multimédia  >  Expresso TV  >   É preciso apostar na reciclagem do lixo

É preciso apostar na reciclagem do lixo

É necessário inverter a tendência e aumentar a reciclagemdo lixo, mas não existem modelos perfeitos. Metas e desafios futuros foram o mote para mais uma conferência do Expresso do Meio-Dia, enquanto se espera que o Governo esclareça em que moldes vai atribuir as novas licenças para o setor.

Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 37 Comentar
ordenar por:
mais votados
Evidente ...
Isso também inclui o lixo político que vemos na maioria dos países ocidentais. Rio Grande
Re: Evidente ...
Re: Evidente ...
nao me diga que a bolsa prisao nao lhe chega....
como o lula da silva e paulo maluff
Re: como o lula da silva e paulo maluff
Re: como o lula da silva e paulo maluff
Re: como o lula da silva e paulo maluff
Re: como o lula da silva e paulo maluff
Re: como o lula da silva e paulo maluff
Re: como o lula da silva e paulo maluff
Re: como o lula da silva e paulo maluff
Re: como o lula da silva e paulo maluff
Re: como o lula da silva e paulo maluff
nem sempre o que parece lixo nao presta
Re: nem sempre o que parece lixo nao presta
Re: nem sempre o que parece lixo nao presta
Re: nem sempre o que parece lixo nao presta
Re: nem sempre o que parece lixo nao presta
Re: nem sempre o que parece lixo nao presta
Re: nem sempre o que parece lixo nao presta
Re: nem sempre o que parece lixo nao presta
Re: nem sempre o que parece lixo nao presta
apagaram o seu post...
Re: Evidente ...
Re: Evidente ...
Re: Evidente ...
Re: Evidente ...
definir, incluir incentivar stakeholders
Notável participação do Professor João Simões Pires que faz notar a necessidade de incluir todas as partes interessadas, nomeadamente o cidadão comum, q faz ele próprio a necessária separação facilitando assim o trabalho das empresas que deverão recolher o lixo já separado para proveito económico das mesmas.
Trata-se de incentivar e não de punir de modo a conseguir os objectivos pretendidos. Mais uma vez, e na minha humilde opinião.
A minha experiência é curiosa
Nos locais onde produzo resíduos, Cascais, Braga, Oeiras, que separo de acordo com as melhores práticas, verifico haver cada vez mais pessoas a não o fazerem, com o argumento e ou, como protesto às elevadas taxas de RSU cobradas pelos municípios para esse fim.
Sem qualquer base científica direi que a tendência veio para ficar!
eu apostava na cooinceneração
começava pelos politicos e acabava nos banqueiros, é por causa destas dois "lixos" que a europa está como está, e já agora máquinas com filtros anti particulas, não fosse alguma continuar poluir.
e porque nao para muitos comentadores...
Re: e porque nao para muitos comentadores...
Re: e porque nao para muitos comentadores...
Re: e porque nao para muitos comentadores...
Re: e porque nao para muitos comentadores...
"Só o riso, o amor e o prazer merecem resposta
"Só o riso, o amor e o prazer merecem resposta.
  O resto, mais que perda de tempo... é perda de vida."
 
esta frase nao e minha recebi um email sobre o tema reciclagem e adorava poder mostrar o que se faz com a reutilizaçao do que normalmente consideramos lixo.
ha boas e engenhosas maneiras de reutilizar os produtos que as vezes desprezamos e deitamos fora, desde suporte de ovos em cartao, a garrafas de plastico de agua e bebidas, a peneus velhos, agarrafas de plastico de 2 litros... das tampas de latinhas, aos pacotes de leite passando pelas rolhas de cortiça, as lampedas fundidas.... caricas de cerveja,
  etc etc
soltem a imaginaçao e nao a ma lingua..e logo vao ver um mundo menos sujo, uma criança mais feliz, uma arvore mais verde e um tempo de vida mais longo e mais sustentavel.
Comentários 37 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub