Anterior
Terror na Autoestrada
Seguinte
O Mr. Tuga desligou o dinheiro do trabalho
Página Inicial   >  Blogues  >  A Tempo e a Desmodo  >   Dr. Passos, escreva isto no quadro como o Bart Simpson

Dr. Passos, escreva isto no quadro como o Bart Simpson

|

 

 

Isto não é física quântica: se continuar a segurar o "Dr. Relvas", irei perder o respeito do país; se quero o respeito dos portugueses, tenho de dispensar o "Dr. Relvas". Isto não é física quântica: se continuar a segurar o "Dr. Relvas", irei perder o respeito do país; se quero o respeito dos portugueses, tenho de dispensar o "Dr. Relvas". Isto não é física quântica: se continuar a segurar o "Dr. Relvas", irei perder o respeito do país; se quero o respeito dos portugueses, tenho de dispensar o "Dr. Relvas". Isto não é física quântica: se continuar a segurar o "Dr. Relvas", irei perder o respeito do país; se quero o respeito dos portugueses, tenho de dispensar o "Dr. Relvas". Isto não é física quântica: se continuar a segurar o "Dr. Relvas", irei perder o respeito do país; se quero o respeito dos portugueses, tenho de dispensar o "Dr. Relvas". Isto não é física quântica: se continuar a segurar o "Dr. Relvas", irei perder o respeito do país; se quero o respeito dos portugueses, tenho de dispensar o "Dr. Relvas". Isto não é física quântica: se continuar a segurar o "Dr. Relvas", irei perder o respeito do país; se quero o respeito dos portugueses, tenho de dispensar o "Dr. Relvas". Isto não é física quântica: se continuar a segurar o "Dr. Relvas", irei perder o respeito do país; se quero o respeito dos portugueses, tenho de dispensar o "Dr. Relvas". Isto não é física quântica: se continuar a segurar o "Dr. Relvas", irei perder o respeito do país; se quero o respeito dos portugueses, tenho de dispensar o "Dr. Relvas".


Opinião


Multimédia

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 44 Comentar
ordenar por:
mais votados
Re: Dr. Passos, escreva isto no quadro como o Bart
Aqui temos um trabalho denso e profundo do ponto de vista intelectual, incisivo, a atacar o âmago da questão, que sinceramente muito prazer me deu ler...

Muito bem!

Na qualidade de fiel leitor do Expresso há dezenas de anos, fico com a alma reconfortada por saber que o jornal concede espaço a um escriba superior e consagrado como o nosso Raposalho, remunerando-o por trabalhos desta extraordinária estirpe...
Re: Dr. Passos, escreva isto no quadro como o Bart
Re: Dr. Passos, escreva isto no quadro como o Bart
Re: Dr. Passos, escreva isto no quadro como o Bart
Passos Coelho respeita os Portugueses!
E para além disso não é parvo: é claro que Relvas vai sair,não demora muito mais,é só tempo de arrumar a secretária!
Re: Passos Coelho respeita os Portugueses!
Re: Passos Coelho respeita os Portugueses!
Passos respeita Portugal, por isso o RELVAS fica!
Questões de respeito
O senhor Passos já perdeu o respeito do país e, para recuperar qualquer coisa, não lhe resta outra alternativa que não seja fazer as malar e partir de braço dado com o amigo senhor Relvas. Depois candidatam-se ambos à direção de um qualquer agrupamento para manterem o seu poder de influência junto daqueles que os vão substituir.
Porque somos um bando de ignorantes...
Re: Porque somos um bando de ignorantes...
Re: Porque somos um bando de ignorantes...
Dr.????????
Ao colocar as letrinhas "D" e "r" com ponto final, Henrique Raposo demonstrou um enorme respeito pelo Relvas de Tomar e um insulto a todos os licenciados. Todos não. Apenas insulta aqueles que não tiraram a licenciatura num Domingo!

O Miguel Relvas não é Dr., o Homem limita-se a ser um "DÓTÓR"
Re: Dr.????????
Re: Dr.????????
Re: Dr.????????
Re: Dr.????????
'Dr. Passos, escreva isto no quadro como o Bart
O pior é que para alguns, é mesmo física quântica:

Já deu para perceber aquando recentes gaffes e embaraços envolvendo o governo que Miguel Relvas era o único com tino para dizer o que se devia dizer no governo. E chegamos ao imbróglio de Passos: com Relvas não há governo, sem Relvas não há governo. A solução de PPC é uma superposição quântica de estados: Relvas está e não está. Não está porque há já algum tempo que é resguardado dos olhares "públicos", como por exemplo quando é mandado para Angola. E está porque... está. Ou quando lhe guardam para ele anúncios importantes (a ver se lhe recuperam a imagem).

Mas dou-me conta que não estou a ser original. Bagão Feliz citado no Expresso, diz "Pode até estar e continuar no Governo, mas já não é do Governo.". Foi o primeiro a perceber de física quântica? Nem por isso. De António Borges, podia-se dizer desde o princípio "Pode até não ser do Governo mas está e continua no Governo".

Como se vê, ministros em sobreposição quântica é o que não faltam a este governo. Quem disse que este não era um governo do século XXI?

PS.: Parabéns, Henrique, este deve ser o post mais inteligente que escreveu em muito tempo. A música minimal repetitiva sempre esteve na vanguarda intelectual... estou a lembrar-me por exemplo, dos Telectu. Tenciona inaugurar o mesmo estilo em blogs? :-)
O Relvas agora é gato? :)))
...ou rato? :)))
Re: ...ou rato? :)))
Re: ...ou rato? :)))
Re: ...ou rato? :)))
dr-passos-escreva-isto-no-quadro-como-o-bart-simps
O autor desta vez passou-se ou então o Relvas já é para as hostes do PSD de tal maneira incomodativo, cujo cheiro já é insuportável até para as laranjas podres.

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/miguel-relvas-o-novo-papa.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/licenciatura-de-relvas.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/06/helena-roseta-denuncia-miguel-relvas.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/relvas-agradece-socrates-novas.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/zeze-camarinha-requerimento.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/relvas-politica-maconaria-e-ensino.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/anita-na-universidade-lusofona.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/passos-portugal-no-bom-caminho.html
Está à espera de quê, Sr. Primeiro Ministro?
Concordo inteiramente com o comentário de Henrique Raposo.
Afinal, o que deveria distinguir em toda a linha o Dr. Passos Coelho e o Dr. Portas do Eng.º Sócrates e sus muchachos, é esta apetência que os socialistas sempre tiveram para viver no meio de um mar de nulidades, e são mais que muitos, começando pelo anterior Primeiro Ministro. Vejam lá se eles se descosem nesta "guerra"??
É a própria cidadania e o eleitorado da direita que se insurgem contra este inútil. A direita deve contrapor ao desvario socialista, uma lógica de exigência e de rigor, mas em todos os sectores e não só para o que lhe convém.
Mas Passos Coelho deve andar distraido e pensar que o povo anda entretido com o Dr. Miguel Relvas, qual bobo da corte.
Relvas é todo ele demasiado mau para ser o quer que seja para o PSD e para o Governo de Passos Coelho.
Já nos bastou levar com aquelas nulidades dos últimos seis anos, para agora termos de levar com estes.
Basta, Dr. Passos Coelho!!
 
HR
Nesta novela o próximo capítulo é ver o Relvas num alto posto dos serviços do costume e das empresas afectas aos boys.
Bem tem de se continuar o bom trabalho efectuado por esta mamocracia de mimosos.
Agradeçam ao soares por ter sido um excelente professor, já que o intitulam o pai desta desgraça.
ÚLTIMA HORA ...
Relvas não achou graça à brincadeira e ameaça divulgar na Internet dados da vida privada do Raposo ...

Epá !!! ... Cum catano !!! ...
RELVAS sai após a privatização da RTP1
WAIT AND SEE
Re: RELVAS sai após a privatização da RTP1
Fez-se luz!

A vertente minimal repetitiva do Henrique Raposo revela possuir maior inteligência do que a vertente de escriba que nos oferece nos restantes dias.

Re: Fez-se luz!
Raposo catatónico
Após um longo período de negação, a dura realidade parece finalmente ter penetrado na consciência de HR, levando-o a um estado de catatonia.
Outra vez o Relvas?
Relvas ao pequeno almoço,
Relvas ao almoço,
Relvas ao jantar

Arghhh
wtf??????
o puto não tomou os comprimidos
Incrédulo
E paga o Expresso para isto ?
Re: Incrédulo
Re: Incrédulo
Comentários 44 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub