Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Media do Futuro

"Se a ideia é acabar connosco, arrisca-se a ser eficaz" (vídeo)

  • 333

A conferência Media do Futuro é organizada pelo Expresso e pela SIC Notícias e está a decorrer no Hotel Ritz, em Lisboa

Alberto Frias

Francisco Pinto Balsemão abriu os trabalhos na conferência Media do Futuro, organizada pelo Expresso e pela SIC Notícias, que decorre hoje em Lisboa. O presidente do Grupo Impresa não poupou a críticas ao Governo no que considera ser a "decisão apressada" de privatizar a RTP. Clique para visitar o dossiê Media do Futuro

Miguel Martins e Tiago Oliveira (www.expresso.pt)

"O funcionamento da democracia portuguesa está em causa". As palavras são de Francisco Pinto Balsemão, no discurso de abertura dos trabalhos da conferência Media do Futuro, a decorrer hoje no Hotel Ritz em Lisboa.

Clique para aceder ao índice do dossiê Media do Futuro

Perante uma plateia com mais de 350 pessoas, o patrão do Grupo Impresa apresentou um discurso rápido que dividiu em quatro pontos claros: a importância do papel dos Media independentes para uma democracia substantiva; os desafios conjunturais que o setor enfrenta com a retração do mercado publicitário; os desafios estruturais com a transferência para o digital e, por último, os efeitos da privatização "apressada" da RTP.

Consequências em cascata

Para Balsemão não restam quaisquer dúvidas: a privatização da RTP provocará um "aumento de 40 por cento do espaço publicitário disponível", o que, combinado com as "quebras de mais de 30 por cento na procura que já se sentiram este ano", resultarão num "efeito devastador", provocando uma "queda potencial de 60% no setor". Esta quebra terá "consequências em cascata", "atingindo não só a televisão, mas também as rádios, a imprensa e a Internet".

Na conclusão, o fundador do Expresso deixou duas dúvidas, às quais deu também a resposta: "Se a ideia não é acabar connosco, parece", "se a ideia é acabar connosco, arrisca-se a ser eficaz".

Numa altura em que os órgãos de comunicação tradicionais se encontram numa situação crítica de redefinição devido à crise à transferência para o digital, hoje, mais do que nunca, urge discutir e perceber o papel da comunicação social no mundo que nos rodeia e a sua integração nas novas realidades.

É neste âmbito que vai avançar ao longo de todo o dia a conferência Media do Futuro, organizada em conjunto pelo Expresso e pela SIC Notícias.

Veja o discurso de Francisco Pinto Balsemão na abertura da conferência Media do Futuro