Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Caso BPN

Pinto Monteiro impedido de ir ao Parlamento

  • 333

A ida do Procurador-Geral da República ao Parlamento, amanhã, para falar sobre as investigações ao Banco Português de Negócios (BPN), será adiada por "razões médicas", segundo fonte da Procuradoria.

O Procurador-Geral da República está impedido de ir amanhã ao Parlamento falar sobre as investigações ao Banco Português de Negócios por "razões médicas", disse à agência Lusa fonte da Procuradoria.

Segundo a mesma fonte, os deputados da Comissão Parlamentar de Orçamento e Finanças já foram informados e a audiência será adiada para data que ainda não foi comunicada.

A ida de Pinto Monteiro ao Parlamento, pedida pelo PS, teve o apoio de todos os grupos parlamentares.

O deputado socialista Afonso Candal justificou a ida do PGR ao Parlamento pela "máxima importância de saber quais são os processos em curso, quando tiveram início, qual foi a entidade que deu à PGR os elementos para abrir os processos, qual foi o percurso de cada um desses dossiers, quais são os meios envolvidos e que perspectivas para que haja algum desfecho".