Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Orçamento do Estado 2012

Pensões vitalícias de ex-políticos vão ser poupadas

  • 333

As pensões vitalícias de antigos políticos são poupadas aos cortes, visto que o Orçamento do Estado (OE) para 2012 prevê que sejam só tributadas em sede de IRS.Clique para visitar o dossiê Orçamento do Estado 2012

Os antigos titulares de cargos políticos vão ser poupados  ao esforço adicional de austeridade, avança o "Diário de Notícias".

Clique para aceder ao índice do dossiê Orçamento do Estado 2012 Em causa está o facto de estas pensões serem apenas tributadas em sede de IRS, escapando aos cortes que serão exigidos aos funcionários públicos e pensionistas que ganhem mais de mil euros, de acordo com o Orçamento do Estado (OE) para 2012. De acordo com o jornal, uma das justificações prende-se com a questão das pensões vitalícias serem pagas em 12 parcelas mensais, sem hipótese de se cortar nos subsídios. O ministro das Finanças anunciou que o corte dos subsídios de férias e de Natal aos trabalhadores do sector público no próximo ano vai permitir uma poupança líquida de 1065 milhões de euros em 2012. De acordo com o relatório do Orçamento do Estado (OE) para 2012, que foi entregue segunda-feira  no Parlamento, os trabalhadores do sector público e os pensionistas com remunerações superiores a mil euros vão sofrer "a eliminação temporária" dos seus subsídios de férias e Natal.