Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Jogos Olímpicos 2012

Sete atletas dos Camarões desaparecidos

  • 333

O ministro do Desporto e da Educação Física confessou não saber onde estão cinco pugilistas, um nadador e uma futebolista: "O que começou como um rumor acabou por tornar-se realidade."

Pedro Candeias (www.expresso.pt)

Há sete atletas da comitiva dos Camarões que se encontram desaparecidos: cinco pugilistas, um nadador e uma futebolista. O Ministro do Desporto e da Educação Física do país suspeita das razões de sempre em casos de deserção: dinheiro.

Drusille Ngako, guarda-redes suplente dos Camarões, foi a primeira a desaparecer. Paul Ekane Edingue (natação), Thomas Essomba, Christian Donfack Adjoufack, Abdon Mewoli, Blaise Yepmou Mendouo e Serge Ambomo (boxe) são os outros atletas dos quais se se desconhece o paradeiro.

"O que começou como um rumor acabou por tornar-se realidade", disse David Ojong, ministro do Desporto e da Educação Física. 

Hoje, o Comité Olímpico Internacional disse não saber de nada. 

Um filme já visto

O desaparecimento de atletas durante competições desportivas não é de hoje, nem de ontem. Por exemplo, no Mundial-2010, disputado na África do Sul, quatro futebolistas norte-coreanos deixaram o campus da respetiva seleção e pediram asilo. Nos Jogos da Commonwealth de 2006, na Austrália, 14 jogadores de futebol sub-21 da Serra Leoa desapareceram sem deixar rasto, ficando as autoridades australianos em palpos de aranha à procura deles. 

Por norma, estes 'desaparecidos' são originários de países assolados por guerras ou graves crises políticas e sociais que 'aproveitam' a ocasião para debandar em procura de algo melhor.