Siga-nos

Perfil

Expresso

Fórmula 1 (2010)

Vitória de Vettel e dobradinha Red Bull-Renault no GP Malásia

Sebastian Vettel e Mark Webber conseguiram a "dobradinha" para a Red Bull-Renault no Grande Prémio da Malásia de Fórmula 1.

O alemão Sebastian Vettel e o australiano Mark Webber conseguiram a "dobradinha" para a equipa Red Bull-Renault no Grande Prémio da Malásia de Fórmula 1, ao terminarem respetivamente nas duas primeiras posições no Circuito de Sepang. 

O espanhol Fernando Alonso (Ferrari) abandonou a duas voltas do fim da corrida, enquanto o alemão Michael Schumacher (Mercedes) também parou com problemas mecânicos na décima volta, quando era sexto. 

"É uma pena. Estávamos numa boa posição e penso que podíamos ter terminado com dois bons lugares", afirmou o alemão, 41 anos, sete vezes campeão do mundo da modalidade, que revelou algum desapontamento com o atual estado de desenvolvimento do carro. 

"Para ser honesto, eu estou num bom momento, na minha opinião, mas o carro não está no seu melhor momento", comentou. 

Massa ficou em 7.º mas ainda lidera o Mundial

Após três provas do mundial de Fórmula 1, o brasileiro Filipe Massa (Ferrari), sétimo na corrida de ontem, lidera o campeonato, com 39 pontos, enquanto Alonso e Vettel estão empatados no segundo posto, com 37. 

A corrida foi totalmente dominada por Vettel, que tomou a dianteira à frente do seu colega de equipa logo após a partida, enquanto a terceira posição também pertenceu em exclusivo ao alemão Nico Rosberg (Mercedes).

"É um resultado muito bom, especialmente para mim, após duas corridas em que as coisas não correram totalmente como queríamos", afirmou Vettel no final. 

Mais efusivo, Mark Webber não escondeu a satisfação: "Fazer o primeiro e segundo lugares foi sensacional. Estamos de volta, depois de algumas corridas difíceis, e hoje bate-mos toda a gente, o que é fantástico...". 

Atrás do "trio" da frente estiveram o polaco Robert Kubica (Renault) e o também alemão Adrian Sutil (Force Índia-Mercedes). 

Emoção McLaren-Mercedes e Ferrari

Os únicos momentos de alguma emoção na corrida foram protagonizados pelos pilotos da McLaren-Mercedes e da Ferrari, obrigado a ganhar lugares depois de saírem das últimas posições. 

O britânico Lewis Hamiltin (McLaren) terminou na sexta posição, à frente de Massa, enquanto o britânico Jenson Button (McLaren) foi oitavo, depois de lutar com Alonso, antes deste "perder" o motor. 

Jaime Alguersuari fez uma excelente corrida e terminou na nona posição, somando os primeiros dois pontos no campeonato do mundo de Fórmula 1. 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico. ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.