Siga-nos

Perfil

Expresso

Bollywood

Barbie e o puto de rua (vídeo)

Paulete Matos

Um vendedor de rua que nos abordou no meio do trânsito de Bombaim. Leia no próximo Sábado a reportagem nos bastidores de Bollywood na Revista Única.

Bernardo Mendonça (texto) e Paulete Matos (fotos), em Mumbai (www.expresso.pt)

Sempre que o carro pára a meio do caótico engarrafamento nas ruas de Bombaim, assomam logo às janelas da viatura vários vendedores de rua. A maioria deles crianças e adolescentes, que desta forma tentam ganhar o pão para a boca.

Vendem e regateiam tudo entre o sinal vermelho e o verde. Artesanato, bugigangas, discos ou filmes piratas e até livros (reparei que alguns títulos da pilha que carregavam nas mãos eram do místico Paulo Coelho, na versão inglesa).

Em fundo, o barulho infernal das buzinas dos carros, táxis, motas e tuck-tucks é uma constante. Parece até que há toda uma linguagem estabelecida entre os condutores só através do claxon.

Um miúdo assoma à janela para mostrar um livro de colorir ilustrado com a mais famosa boneca do mundo na capa. O rosto escuro e o cabelo preto deste miúdo indiano contrastam com a tez branca e os cabelos louros da americana Barbie.

 Esta loura de brincar não só se mantém um dos paradigmas de beleza da América, de Hollywood, como também já dita modas em Bollywood. Basta referir que a maioria das bailarinas das grandes produções indianas são originárias da Europa do Leste. Louras, pálidas, de olhos azuis e decorativas como a boneca. Um símbolo de glamour, estilo e superioridade na indústria do cinema indiano. É irónico que num país cheio de belezas morenas (e, de facto, não é raro cruzarmo-nos com indianas lindas) sejam as russas que animam os filmes musicais em Bollywood...

 

Leia no próximo Sábado a reportagem nos bastidores de Bollywood na Revista Única.