Siga-nos

Perfil

Expresso

WikiLeaks

Diretor da Al Jazeera demite-se após denúncia do Wikileaks

Wadah Khanfar pediu a demissão após o WikiLeaks ter revelado que o canal do Qatar retirou da Internet conteúdos considerados "perturbadores" pelos norte-americanos. Clique para visitar o dossiê WikiLeaks.

O diretor-geral da cadeia de televisão Al Jazeera demitiu-se na passada terça-feira, depois do WikiLeaks ter revelado que teve encontros com oficiais norte-americanos e concordou em retirar da Internet conteúdos "perturbadores", diz a "Business Insider".

Clique para aceder ao índice do DOSSIÊ WIKILEAKS

Os documentos trazidos a público pelo WikiLeaks denunciavam que Wadah Khanfar, responsável pela expansão nos últimos anos do canal do Qatar, encontrou-se em 2005 com responsáveis da segurança dos EUA que contestaram a cobertura negativa da Al Jazeera da guerra no Iraque.

O telegrama do WikiLeaks diz que Khanfar acedeu em retirar, a pedido das autoridades americanas, "duas imagens que mostravam crianças feridas num hospital e uma mulher com um rosto gravemente ferido".