Siga-nos

Perfil

Expresso

Vulcão pára aviões

Seleção de Judo parte para a Áustria de carrinha

Face à ausência de garantias da reabertura do espaço aéreo, a seleção portuguesa de judo parte hoje em duas carrinhas numa viajem de 3000 quilómetros até Viena

A seleção portuguesa de judo viaja hoje por terra, em duas carrinhas, e fará cerca de 3000 quilómetros até Viena, onde a partir de quinta feira se disputam os Europeus da modalidade. 

"A nossa via será Madrid, Barcelona, sul de França, norte de Itália e Áustria", disse à agência Lusa o diretor da Federação Portuguesa de Judo, Luís Monteiro, apontando para uma chegada a Viena na quarta feira à hora de almoço. 

De acordo com o dirigente "não havia garantia que o aeroporto de Munique fosse reaberto" e sendo esse o trajeto que estava previsto a FPJ não teve outra solução senão procurar as alternativas terrestres. 

Toda esta situação surge com o cancelamento de voos em muitos aeroportos devido à nuvem de cinza formada após a erupção vulcânica na Islândia e que tem vindo a criar muitos constrangimentos no tráfego aéreo. 

Dois dias de viagem

A possibilidade de não ter voo na quarta feira implicaria a ausência da seleção dos Europeus, onde Portugal competirá com sete judocas e Telma Monteiro (na categoria de -57 kg) defende o título conquistado no último ano. 

Assim, ainda hoje à tarde, a seleção viajará em duas carrinhas da FPJ, nas quais seguirão os judocas, os selecionadores Rui Rosa e Michel Almeida, o árbitro Nuno Carvalho, a fisioterapeuta Rita Fernandes e o dirigente Renato Santos. 

Será um percurso longo até Viena, de cerca de 3000 quilómetros, que obrigará a quase dois dias de viagem, com duas paragens para os judocas poderem dormir. 

Na quinta feira entram quatro em competição (Leandra Freitas, Joana Ramos, Telma Monteiro e Diogo César) e Luís Monteiro admite que a viagem será muito dura e que os atletas do norte da Europa terão vantagem. 

Telma Monteiro defende o título de campeã europeia

João Pina (-73 kg) e Ana Cachola (-63 kg) competem na sexta feira, enquanto que no sábado estará no tatami a luso-cubana Yahima Ramirez (-78 kg). 

No domingo, a seleção feminina portuguesa disputa o Europeu por equipas.

De Lisboa parte uma comitiva de 11 elementos, visto que a judoca Ana Cachola (-63 kg) encontra-se em Espanha e será aí que apanhará "boleia" da caravana portuguesa. 

Nos Europeus, Portugal aponta para uma meta de uma medalha - Telma Monteiro defende o título de campeã europeia -, num projeto balizado em um ou dois lugares de finalistas e duas meias finais. 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.