Siga-nos

Perfil

Expresso

Vulcão pára aviões

Presidente da República continua retido em Praga

Regresso de Cavaco Silva deverá ser feito mais cedo e em separado do resto da comitiva.

Luisa Meireles, enviada a Praga (www.expresso.pt)

Pelo menos até às 19h de hoje (20h em Lisboa), o Presidente da República não sairá de Praga. A situação atmosférica relacionada com a irrupção vulcânica na Islândia piorou e não há qualquer possibilidade de um regresso a Portugal por via aérea.

Foi este o ponto de situação feito por fonte da presidência aos jornalistas às 8h de hoje (7h em Lisboa). Desde ontem que estão a ser traçados cenários de alternativa, mas o congestionamento ferroviário e rodoviário é total por toda a Europa central, devido ao bloqueio aéreo.

De acordo com as informações prestadas, estão a ser traçados planos de saída rápida de Praga tanto para o Presidente da República como para o resto da comitiva, estando a ser dada prioridade ao regresso, o mais rápido possível, do Chefe de Estado.

Alternativa é de autocarro

As autoridades europeias de aviação estão a fazer a avaliação da situação e espera-se um anúncio ainda esta manhã.

A possibilidade tanto inclui deslocação em carro, como autocarro, até um ponto em que se seja possível apanhar uma ligação ferroviária até à Península Ibérica, para já a única região europeia que mantém os aeroportos abertos.

O mais viável, tendo em conta uma evolução não positiva da situação, é encontrar três autocarros de longo curso que transportem a comitiva presidencial.

A comitiva presidencial inclui cerca de 100 pessoas, entre convidados, empresários e jornalistas.

Para todos os efeitos, a comitiva foi informada que os hotéis estão reservados até à noite de amanhã (incluída), domingo.