Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Vulcão pára aviões

Nuvem de cinzas vulcânicas volta a ameaçar aeroportos britânicos

  • 333

Todos os aeroportos da Irlanda do Norte estão fechados. Durante a tarde deverá ser também suspenso o tráfego aéreo no norte da Inglaterra e da Escócia devido à nuvem de cinzas proveniente do vulcão Eyjafjallajokull, na Islândia. Clique para visitar o dossiê Vulcão Pára Aviões

Vários aeroportos no norte da Inglaterra e da Escócia deverão fechar durante a tarde devido à nuvem de cinza vulcânica, mas os aeroportos de Londres devem permanecer abertos até pelo menos 18h00, anunciou hoje a aviação civil britânica.

Clique para aceder ao índice do DOSSIÊ VULCÃO PÁRA AVIÕES

Na Irlanda, existem restrições desde a noite passada, por causa do risco que representa uma densa nuvem de cinza vulcânica para os motores de aeronaves.

Todos os aeroportos da Irlanda do Norte estão fechados, bem como vários aeroportos no oeste da República da Irlanda.

O Aeroporto de Dublin, no entanto, deverá funcionar normalmente, pelo menos até às 00h00 (GMT) de segunda feira, bem como o de Shannon (sudoeste) até às 22h00 (GMT) de domingo, segundo as últimas indicações da aviação irlandesa.

Em Inglaterra, os aeroportos de Manchester, Liverpool, Doncaster, Carlisle, Humberside, Leeds Bradford e East Midlands devem fechar, aos quais se juntam alguns aeroportos na Escócia, incluindo Prestwick, perto de Glasgow, Campbeltown, Islay e Barra, nas ilhas escocesas e Ronaldsway, na Ilha de Man.

Da Irlanda, a zona de restrição está a expandiu cada vez mais para para o leste e para o sul, atingindo o norte das ilhas Britânicas até cerca de Birmingham (centro), mas " não deverá afetar os aeroportos de Londres para o período das 12:00 às 18H00 GMT " domingo, disse o serviço de controle aéreo britânico (Nats).

A nuvem de cinzas do vulcão Eyjafjallajokull, na Islândia, obrigou vários países a fecharem os seus espaços aéreos, provocando atrasos e cancelamentos de milhares de voos.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.