Siga-nos

Perfil

Expresso

Vulcão pára aviões

Aviação: €185 milhões de prejuízos diários

O cancelamento dos voos devido às cinzas do vulcão da Islândia está a causar prejuízos de €185 milhões diários, acima dos registados com o 11 de Setembro. Clique para visitar o dossiê Vulcão Pára Aviões

A perda de receitas para as companhias aéreas europeias deverá rondar os €185 milhões diários, segundo a nova previsão da Associação Internacional do Transportes Aéreos (IATA).

Clique para aceder ao índice do DOSSIÊ VULCÃO PÁRA AVIÕES Segundo a IATA, que conta com 230 companhias aéreas associadas, os prejuízos serão mais elevados do que os verificados com o 11 de Setembro de 2001. A associação criticou ainda os governos europeus pela gestão da situação e apelou a mudanças urgentes no processo de tomada de decisões.     "Já fomos demasiado longe nesta crise para expressar o nosso descontentamento em relação às decisões tomadas pelos governos europeus, que não analisaram os riscos e demonstraram falta de coordenação e liderança ",  afirmou o director-geral da IATA, Giobanni Bisignani, num comunicado divulgado no site.  

Giobanni Bisignani convocou uma reunião com carácter de urgência com a Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO) para discutirem a responsabilidade dos Governos na abertura dos espaços aéreos.

63 mil voos cancelados

Desde quinta-feira, foram cancelados cerca de 63 mil voos na Europa, devido às nuvens de cinza provenientes de um vulcão na Islândia.

Os aeroportos da Finlândia, Dinamarca, Suécia e Alemanha, República Checa e Roménia vão reabrir hoje, enquanto o espaço aéreo no Reino Unido estará fechado pelo menos até terça-feira. Para tentar resolver a situação, os ministros dos Transportes da União Europeia realizam hoje uma reunião por videoconferência, onde também participará António Mendonça.