Siga-nos

Perfil

Expresso

Lusófona

Folclore valorizou currículo de Relvas

Ter sido presidente da assembleia geral de uma Associação de Folclore foi um dos aspetos valorizados na experiência profissional do ministro. Currículo valeu-lhe 160 dos 180 créditos necessários para concluir a licenciatura na Lusófona.

Ser presidente da assembleia geral da Associação de Folclore da Região de Turismo dos Templários - o que aconteceu entre 2001 e 2002 - valeu a Miguel Relvas a valorização do seu currículo pela Universidade Lusófona.

Clique para aceder ao índice do Dossiê Lusófona

Segundo o "Diário de Notícias" e o "Correio da Manhã", a experiência profissional do ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares permitiu-lhe conseguir 160 dos 180 créditos necessários para concluir a licenciatura de Ciências Políticas e Relações Internacionais.

Miguel Relvas fez depois exames a quatro das 36 disciplinas obrigatórias: Quadros Institucionais da Vida Económica, Política e Administrativa, Introdução ao Pensamento Contemporâneo, Teoria do Estado da Democracia e da Revolução e Geoestratégia, Geopolítica e Relações Internacionais.

A Universidade Lusófona disponibilizou ontem aos jornalistas, por 30 minutos, o processo curricular do ministro, que completou a licenciatura em 2006/2007. Miguel Relvas pagou 1.777 euros para tirar o curso na Lusófona.