Siga-nos

Perfil

Expresso

Face Oculta

"Fui pressionado pelo primeiro-ministro", diz director do Expresso

O director do Expresso, Henrique Monteiro, ouvido na Comissão Parlamentar na sequência do caso PT/TVI, afirmou ter sido pressionado por José Sócrates para não publicar a notícia sobre a licenciatura do primeiro-ministro. Clique para visitar o dossiê Face Oculta

Humberto Costa (www.expresso.pt)

Na segunda semana de audições na Comissão de Ética da Assembleia da República sobre a liberdade de expressão em Portugal, o director do Expresso foi ouvido ao início da tarde de hoje. Na audição, revelou ter sido já pressionado por José Sócrates.

"Tudo o que vou dizer já escrevi", começou por dizer Henrique Monteiro recorrendo a crónicas e editoriais da sua autoria já editados para interpretar factos e dar opinião sobre a relação do Governo e os órgãos de comunicação social.

Mas, convidado pelo deputado socialista João Serrano a revelar "algum facto objectivo que possa concluir ter havido interferência do Primeiro-ministro, ou influência, ou eventuais pressões - não faladas - para alterar ou impedir a publicação de notícias", Henrique Monteiro ironizou: "Na verdade nunca ninguém me bateu".

E, foi na sequência desta pergunta que o director do Expresso revelou ter recebido um telefonema do primeiro-ministro com o intuito de impedir o jornal de publicar uma notícia sobre a licenciatura de José Sócrates, concluindo: "Se isto não é pressão ilegítima então não há pressões ilegítimas".

Henrique Monteiro esclareceu ainda que o facto de não ter cedido à "pressão" de José Sócrates "teve consequências", designadamente, a dificuldade que o jornal, a partir daquele momento, passou a ter, de obter informações por parte do Governo.

Sobre a crónica de Mário Crespo não publicada no Jornal de Notícias, Henrique Monteiro disse que "não a escreveria", mas garantiu que se fosse o director do JN naquelas circunstâncias "publicaria a crónica".

Dia 17

15h00 - José Manuel Fernandes (ex-Director do Público)

16h45m - Mário Crespo (Jornalista da SIC)

Dia 18

15h00 - António Costa (Director do Diário Económico)

16h45m - Alberto Arons de Carvalho, ex-deputado do PS e professor de comunicação social

Dia 19

10h00 - Felícia Cabrita (Jornalista do Sol)

11h30m - Armando Vara

Dia 24

15h00 - Henrique Monteiro (Director do Expresso)

16h45 - Paulo Penedos, advogado

Dia 25

15h00 - João Maia Abreu ( Ex-Director de Informação da TVI)

16h45 - Pedro Soares (Ex-administrador da Portugal Telecom)

Dia 26

10h00 - José António Saraiva (Director do Semanário "Sol")