Siga-nos

Perfil

Expresso

Escândalo Murdoch

Rupert Murdoch paga €3,5 milhões por invasão de telemóvel

News Corporation de Rupert Murdoch apresentou uma indemnização de €3,5 milhões à família de Milly Dowler, a adolescente desaparecida cujo telemóvel foi invadido pelo jornal "News of the World", diz a imprensa britânica. Clique para visitar o dossiê Escândalo Murdoch

A News Corporation apresentou uma proposta de indemnização de cerca de €3,5 milhões (£3 milhões) à família da adolescente Milly Dowler, como forma de mitigar os danos causados pela invasão do telemóvel da adolescente, por parte de um detetive privado a mando do jornal "News of the World".

Clique para aceder ao índice do dossiê Escândalo Murdoch

De acordo com o jornal britânico "The Independent", a empresa liderada por Rupert Murdoch endereçará mais de metade da verba à família de Milly Dowler e entregará o restante montante a instituições de caridade.

Recorde-se que o escândalo envolvendo o "News of the World" despoletou quando foi tornado público que o jornal tinha invadido, em 2002, o telemóvel da adolescente de 13 anos. Milly estava desaparecida, pelo que o facto de de terem sido apagadas mensagens de voz da sua caixa de correio (por Glenn Mulcaire, detetive privado) deu falsas esperanças aos pais.

O "News of the World" encerrou em julho, 168 anos após a sua abertura. No mesmo mês, Rupert Murdoch reuniu-se com a família de Milly Dowler e pediu desculpa pelo comportamento incorreto do jornal.

Entretanto, a News Corporation também já pagou indemnizações à atriz Sienna Miller (£100 mil) e a outras pessoas envolvidas no escândalo das escutas.